Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Empréstimo Pessoal Online para investimento vale a pena?

0

Será que pegar um empréstimo pessoal para investimento vale a pena? No momento em que estamos vivendo, essa dúvida é bem mais comum do que você possa imaginar. Se você está pensando em começar um negócio ou quer usar esse dinheiro para fazer alguma aplicação, recomendamos que você dedique alguns minutos na leitura desse artigo. Queremos que você entenda os prós e contras de tomar essa atitude. Mas podemos adiantar que sempre que algo envolta quantias de dinheiro, vamos falar que a resposta é: depende.
Sempre será necessário avaliar diferentes fatores para entender se a opção de solicitar um empréstimo pessoal online é a melhor alternativa para você. Leia esse conteúdo até o final e entenda melhor.

Você também vai gostar de:

Auxílio emergencial: após fila de espera no App e aglomerações nas agências, Caixa lança nova versão do Caixa Tem

Governo pretende congelar salários e partir para privatizações no segundo semestre

Descubra os 5 motivos REAIS para pedir um empréstimo pessoal

Investir ou abrir um negócio com dinheiro de empréstimo pessoal é uma boa?

Com certeza, quem deseja se aventurar em um empreendimento, mas não têm verba o suficiente no momento pode recorrer a um empréstimo pessoal, sim. Afinal, a intenção é que o empreendimento gere lucro e que, com ele, o empréstimo pessoal inicialmente usado seja pago.

Contudo, as financeiras e os bancos costumam cobrar taxas relativamente altas quando se trata desse tipo de empréstimo. Por isso, vale a pena não exagerar na hora de escolher o valor a ser emprestado.

Por exemplo: se você vai abrir um pequeno negócio de bolos, precisará gastar com a compra de formas, de embalagens e alguns ingredientes. Normalmente, as empresas envolvidas com comida geram mais lucro porque comer é uma necessidade e um prazer; então, a possibilidade de se conseguir pagar o empréstimo pessoal (desde que se trate de um valor razoável) é grande.

Com base nisso e nas altas taxas de empréstimo consignado, é importante ressaltar: não solicite um empréstimo mais alto do que será necessário para começar seu negócio.

Algumas pessoas ficam tentadas a aproveitar que estão solicitando um empréstimo para empreender e pegar um pouco extra de dinheiro para outros usos e é indicado evitar isso.

E para investir? O empréstimo pessoal é uma boa opção?

Se o empréstimo pessoal é uma opção viável para quem vai abrir um empreendimento, o mesmo não se pode dizer de investimentos: usar esse tipo de linha de crédito para aplicar em ações, por exemplo, não é algo seguro.

Isso porque o mercado de investimentos muda em apenas um dia: as ações que parecem ser muito promissoras de manhã podem se tornar muito desvalorizadas no final da tarde. Dessa maneira, a perda do empréstimo pessoal usado para esse investimento pode ocorrer facilmente.

Suponha-se que você pegou R$ 2.000,00 de empréstimo pessoal e resolveu investir em ações que foram apontadas como muito rentáveis. No entanto, elas sofrem desvalorização por diversos episódios econômicos do país ou até por causa de problemas com a própria empresa dona das ações.

Com essas desvalorizações, você não consegue multiplicar o valor que pegou emprestado: pelo contrário, ele será diminuído.

A única coisa que você terá será uma dívida a mais. Portanto, se quiser investir em títulos ou em ações, junte um pouco de dinheiro para isso ou comece com investimentos baixos, mas não solicite empréstimo pessoal com essa finalidade.

Vou empreender: vale a pena trocar o empréstimo pessoal pelo consignado?

Se você tem um benefício da previdência social ou trabalha de forma registrada, mas quer empreender, um empréstimo consignado é mais promissor do que um empréstimo pessoal porque ele tem taxas de juros mais suaves.

Inclusive, um consignado tem pagamento bem mais fácil porque não é preciso gerar boleto: o valor da parcela será automaticamente retirado pela financeira ou banco. Esse sistema diminui muito a probabilidade de você não pagar uma parcela e ter de arcar com juros. Para quem está empreendendo e precisa segurar seu orçamento, isso é muito bom.

Se você vai empreender, tenha os seguintes cuidados com o empréstimo pessoal

Como explicado, vale a pena sim usar um empréstimo pessoal para empreender (mas não para investir). Mesmo assim, certos cuidados adicionais devem ser conhecidos para que seu empreendimento dê certo como você espera e o empréstimo seja recompensador.

Primeiramente, faça um cálculo estimado de quanto dinheiro vê precisa. Pense nos materiais essenciais e no que é indispensável para começar e o seu empréstimo terá de ser apenas desse valor.

Segundo: procure por formas de diminuir esse valor inicial. Antes de procurar uma financeira ou um banco, verifique se alguém tem um pouco de material para disponibilizar, ainda que emprestado.

Terceiro: procurar por financeiras e bancos que tenham boas condições para empréstimo pessoal. Indica-se documentar as diferenças de empréstimos para tomar uma decisão vantajosa e é importante anotar:

  • Nome da financeira ou banco;
  • Qualquer identificador especial do empréstimo pessoal;
  • Taxas de juros;
  • Quantidade de parcelas

Agora que você já tem mais informações, pode avaliar mais criteriosamente se deve pegar um empréstimo pessoal para empreender.  Gostou das dicas?

Fique de olho em nossas redes sociais, canal do Youtube e principalmente, aqui no nosso blog.

Teremos sempre novidades!

Gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube, e em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: fizkes via shutterstock

Comentários
Carregando...