O aplicativo Meu INSS, disponível na App Store para sistemas iOS ou no Google Play para sistemas Android apresenta falha desde que a reforma da Previdência entrou em vigor (dia 13/11/2019). Para quem tenta verificar o tempo de contribuição ao INSS, o tempo trabalhado após a aprovação da reforma não está sendo contabilizado.

É provável que você também goste:

Correios: depois de Amazon e Alibaba, UPS estaria interessada na compra da estatal

Mary Kay inicia parceria com app de pagamentos digitais iti, do Itaú

Sicoob lança cartão com anuidade zero, fatura digital e limite a partir de R$ 1000

Na página inicial do aplicativo, constam o tempo de contribuição do trabalhador em anos, meses e dias. Entretanto, a contagem do tempo está parada desde o dia 13/11/2019, quando a reforma da Previdência foi aprovada. O INSS confirma que a contagem do tempo está travada e afirma que a próxima versão do aplicativo terá um texto avisando sobre a falha. A próxima atualização do Meu INSS está prevista para ocorrer em 28 de janeiro de 2020.

Vale lembrar que, no site Meu INSS, não é possível ver o tempo de contribuição. Isso só pode ser verificado no aplicativo, mediante preenchimento de cadastro.

Sistema do INSS permanece desatualizado

Conforme já noticiado no Seu Crédito Digital, o INSS ainda não está preparado para as alterações decorrentes da reforma da Previdência. De acordo com o INSS, seis sistemas de concessão, manutenção e pagamento de benefícios ainda precisam ser ajustados.

Devido a esses ajustes, os beneficiários também não conseguem utilizar o simulador do Meu INSS para saber quando poderão se aposentar. Ao tentar usar o serviço, aparece uma mensagem informando que o serviço “Simular Aposentadoria” está temporariamente indisponível.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: site oficial do Meu INSS no Dataprev.