Vídeo: para fugir das taxas de excesso de bagagem, passageiro veste 15 blusas. Um passageiro resolveu vestir cerca de 15 blusas em frente ao balcão de check-in da companhia aérea britânica easyJet, no aeroporto de Nice (França), para evitar pagamento de taxas extras por excesso de peso da bagagem.

É provável que você também goste:

Golpistas se passam por funcionários do Banco Inter para roubar dados

Dinheiro mais barato com garantia de imóvel pode ajudar endividado no SPC e Serasa

Para fugir das taxas de excesso de bagagem, passageiro veste 15 blusas

A bagagem do escocês John Irvine estava oito quilos acima do peso máximo, que na companhia pode variar entre 15 quilos e 23 quilos dependendo do pacote adquiro.

A moça do balcão de atendimento perguntou se queríamos pagar a taxa extra, mas meu pai apenas olhou para ela e disse: veja isso. Ele abriu sua mala e rapidamente colocou para fora cerca de 15 blusas para ajudar a diminuiu o peso, contou Josh Irvine, filho de John, em entrevista ao jornal britânico Metro. No Twitter, Josh diz que foram 15 blusas. Entretanto, na legenda do vídeo diz que foram aproximadamente 13 blusas.

A companhia aérea cobra 12 libras esterlinas (R$ 56,00) por quilo em excesso. Contudo, no caso de Irvine, a multa total seria de 96 libras esterlinas, o que equivaleria a R$ 452,80.

Além do peso das roupas, o passageiro ainda teve que enfrentar o forte calor de Nice. No momento do embarque, estava fazendo cerca de 30°C no sul da França.

Além disso, a atitude gerou dificuldades para o passageiro conseguir passar pelo controle de segurança do aeroporto de Nice. “Foi uma luta, porque acharam que ele estava tentando contrabandear algo sob todas as suas roupas, afirmou Josh.

Josh foi quem gravou a cena do pai vestindo as camisas para fugir das taxas de excesso de bagagem e publicou o vídeo em sua conta no Twitter. O vídeo já conta com mais de 36 mil curtidas.

Enfim, gostou da notícia sobre o passageiro que fugiu das taxas de excesso de bagagem?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.