Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Imposto de Renda: mais de 40% dos contribuintes enviaram a declaração

Confira o prazo para enviar a declaração e as mudanças para este ano

0

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física já começou. E em sete semanas de entrega, cerca de 13.656.522 contribuintes já acertaram as contas com a Receita Federal. Isso equivale a 41,9% do total previsto para este ano. A Receita Federal revelou os dados nesta sexta-feira (16). Em 2021, o Fisco diz que espera receber entre até 32.619.749 declarações. No ano passado, foram enviadas 31.980.146 declarações.

O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até as 23h50min59s do dia 31 de maio. Assim, a data foi adiada em um mês para suavizar as dificuldades no recolhimento de documentos durante a pandemia. Porém, na última terça-feira (13), a Câmara aprovou projeto de lei que propõe adiar novamente o prazo, que iria para 31 de julho.

É provável que você goste também

Como entrar na lista de espera do novo cartão do Mercado Pago

Ganhe 3.000 pontos Livelo com os cartões de crédito do Bradesco

Brasileiros priorizam pagar a Netflix, do que o cartão de crédito e aluguel

Imposto de Renda: mais de 40% dos contribuintes enviaram a declaração

Então, se você ainda não fez a declaração do Imposto de Renda para este ano, saiba que o programa para computador já está disponível na página da Receita Federal na internet. Além disso, quem perder o prazo de envio terá de pagar multa de R$ 165,74, ou 1% do imposto devido, prevalecendo sempre o maior valor.

Neste ano, a entrega é obrigatória para quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis durante o ano de 2020. Ou seja, um salário mensal acima de R$ 1.903,98, incluído o décimo terceiro. Também deverá entregar a declaração quem tenha recebido rendimentos isentos acima de R$ 40 mil em 2020, ou obtido ganho de capital na venda de bens ou realizou operações de qualquer tipo na Bolsa de Valores.

Auxílio Emergencial e criptomoedas também deve ser declarados

De acordo com a Receita, espera-se que cerca de 60% das declarações tenham direito à restituição de imposto. Dessa forma, a previsão é que 21% não tenham Imposto de Renda a pagar nem a restituir e 19% tenham imposto a pagar. Assim como no ano passado, em 2021 serão pagos cinco lotes de restituição. Os reembolsos do primeiro lote iniciam no dia 31 de maio. A Receita deve pagar o último lote em 30 de setembro.

Por fim, entre as principais novidades nas regras deste ano está a obrigatoriedade de declarar o auxílio emergencial de quem recebeu mais de R$ 22.847,76 em outros rendimentos tributáveis e a criação de três campos na ficha “Bens e direitos” para o contribuinte informar criptomoedas e outros ativos eletrônicos.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: rafapress/shutterstock.com

Comentários
Carregando...