Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

IMPRESSIONANTE: confira o antes e depois da limpeza do aeroporto de Porto Alegre

Recuperação do Aeroporto Salgado Filho após enchentes históricas. Limpeza e avaliação de danos em andamento. Confira!

O Aeroporto Internacional Salgado Filho, local crucial para o tráfego aéreo do sul do país, enfrenta uma grande operação de limpeza e avaliação de danos desde o início de junho deste ano. Localizado em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, o aeroporto foi fortemente impactado pelas recentes chuvas, resultando em um alagamento que suspendeu suas operações desde 6 de maio.

A Fraport, concessionária que administra o espaço, projetou que os trabalhos de higienização são apenas uma parte do extenso processo de recuperação necessário. As atividades internas e externas foram afetadas devido a inundação causada pelo transbordamento do Guaíba, que atingiu niveis históricos de cheia.

O que aconteceu com o Aeroporto Salgado Filho?

Em maio, a intensidade das chuvas no Rio Grande do Sul levou a um aumento dramático do nível de água, impactando gravemente infraestruturas críticas como o Aeroporto Internacional Salgado Filho.

Por cerca de um mês, o local permaneceu inteiramente alagado, paralisando todas as operações aeroportuárias.

Quais medidas estão sendo tomadas para sua recuperação?

Para lidar com a situação, diversas estratégias foram empregadas pela Fraport. Além da limpeza, uma avaliação minuciosa dos danos causados pela água está em curso, esperando-se que dure cerca de 45 dias.

Aeroporto antes da limpeza:

Depois da limpeza:

Segundo declarações da concessionária, há um esforço conjunto para minimizar os impactos e acelerar o processo de recuperação.

Qual o cronograma previsto para a retomada das operações?

A reabertura do aeroporto está prevista apenas para dezembro de 2024, dependendo da conclusão dos reparos e da verificação de segurança necessária. A Anac, Agência Nacional de Aviação Civil, implementou regras estritas, exigindo que a Fraport demonstre completa reabilitação das funcionalidades aeroportuárias antes de retomar voos comerciais e administrativos.

Veja também:

URGENTE: BC revela vazamento de dados Pix em duas instituições de pagamentos

De forma temporária, a operação de voos foi deslocada para a base aérea militar de Canoas, possibilitando a continuidade de algumas atividades essenciais. Paralelamente, o governo do Estado organizou uma rede aérea emergencial para suprir as necessidades mais urgentes da população e da economia local.

Imagem: stockphoto mania / Shutterstock.com