Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Licença-paternidade de 3 meses já é realidade para brasileiro; entenda

Você sabia que a licença-paternidade estendida já atinge o brasileiro? Clique aqui e confira mais detalhes sobre este caso.

A mudança no período de licença-paternidade é um direito reclamado há muito tempo por diversos brasileiros que, ao se tornarem pais, se veem na necessidade de ajudar sua companheira e, principalmente, cuidar da criança recém-nascida.

Atualmente, esse direito já tem sido expandido e já é realidade para Felipe Pereira, de 42 anos. O brasileiro reside na Noruega, país que tem proporcionado aos pais a oportunidade de estabelecer um vínculo mais sólido com seus filhos desde os primeiros dias de vida.

Para seu primeiro filho, Felipe usufruiu do direito a uma licença remunerada de 10 semanas. Com a ampliação do prazo, existente desde 2018, ele teve mais tempo com os dois últimos filhos: pelo menos 15 semanas de licença remunerada para cada um.

Entenda mais detalhes sobre a licença-paternidade na Noruega

Atualmente, a licença parental na Noruega é de 49 semanas com pagamento integral. Nesse contexto, têm-se 15 semanas para cada membro do casal. Ademais, ofertam-se mais 16 semanas que se dividem da maneira que o casal preferir. Há ainda um período de três semanas exclusivas para a gestante antes da data prevista de nascimento.

mãe e pai segurando bebê recém nascido na licença paternidade e licença maternidade
Imagem: Kseniya Ivanova / Shutterstock.com

Vale destacar que a licença-paternidade também se aplica a casais homoafetivos e a pais e mães de crianças adotadas. Além disso, a política norueguesa oferece bastante flexibilidade, permitindo que o casal permaneça em casa de forma integral ou revezada no período de licença.

A importância da licença na experiência paterna

Felipe Pereira destaca os benefícios da dedicação exclusiva ao cuidado dos filhos durante a licença: “Não é só a experiência de cuidar do filho — você cuida da casa também.”, relata o brasileiro.

Veja também:

Lula aumentou o valor do auxílio-reclusão para R$ 1.800? Entenda

Nesse âmbito, com uma nova licença prevista para o meio do ano, devido ao nascimento da terceira filha, Felipe acredita na importância de políticas que permitam aos pais maior participação na vida dos filhos desde cedo. Ademais, ele também ressalta a receptividade positiva da sociedade norueguesa a respeito dos pais que desejam desfrutar seu direito à licença-paternidade.

Imagem: Prostock-studio / Shutterstock.com