Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

LinkedIn permite anúncio de vagas de emprego com políticas afirmativas

0

Depois de receber notificações do Procon de São Paulo e do Ministério Público Federal (MPF), a plataforma LinkedIn alterou a política que não autorizava vagas de emprego com políticas afirmativas.

O comunicado da rede social afirma que, de hoje em diante, permite a divulgação de cargos para pessoas indígenas e negras que visam o mercado de trabalho.

É provável que você também goste:

C6 Bank abre mais de 200 vagas para várias áreas; veja como se inscrever

Santander está com 95 vagas de emprego em abril; saiba como se candidatar

Procon-RJ: Santander tem 4 dias para explicar propaganda inadequada

LinkedIn permite anúncio de vagas de emprego com políticas afirmativas

Em suma, a plataforma tinha excluído um anúncio de uma vaga de trabalho, feito pelo Centro de Análise da Liberdade e do Autoritarismo (Laut). O mesmo teria dada prioridade a candidatos negros e indígenas.

Na Twitter, LinkedIn se posicionou afirmando que as vagas não devem citar “preferências ou requisitos relacionados a características individuais, como idade, sexo, religião, etnia, raça ou orientação sexual”.

De acordo com o MPF, a ação contrariava os esforços para incluir cidadãos que sofreram violências históricas no país.

“No âmbito público, é obrigação constitucional do Estado promover as ações afirmativas, como as cotas nas universidades públicas. Já no setor privado, não há obrigatoriedade”, explicou o MPF.

Em nova manifestação, o LinkedIn disse que mudou o posicionamento sobre o tema. “Atualizamos nossa política global de anúncios de vagas para permitir a divulgação de publicações que expressem preferência por profissionais de grupos historicamente desfavorecidos na contratação em países onde esta prática é considerada legal”.

Por fim, o LinkedIn reconheceu que a mudança ocorreu pelos questionamentos recebidos de órgãos públicos e dos usuários brasileiros. Dessa forma, a empresa passou a disponibilizar políticas afirmativas.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, InstagramTwitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: BongkarnGraphic / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar