Nesta quarta-feira (20), mais beneficiários do Bolsa Família recebem os R$ 600 da segunda parcela do Auxílio Emergencial. Na última terça-feira, o Governo Federal havia começado a pagar a segunda parcela para os beneficiários do Bolsa Família com o o NIS final 2. Agora, quem começa a receber são os beneficiários com NIS final 3.

É provável que você também goste:

Faltou grana? Bradesco anuncia empréstimo com primeira parcela daqui a 120 dias

2 milhões de pessoas ainda não sacaram o auxílio emergencial

Governo cria site para quem recebeu Auxílio Emergencial indevidamente devolver o dinheiro

Beneficiários do Bolsa Família com NIS final 3 recebem os R$ 600 do Auxílio Emergencial

Ressaltamos que os dois benefícios não são cumulativos e o beneficiário deverá receber o de maior valor. Além disso, lembramos que o calendário para recebimento do Auxílio Emergencial de quem está no Bolsa Família é diferente daqueles que estão no CadÚnico ou se cadastraram pelo site e app da Caixa. Então, os beneficiários do Bolsa Família deverão receber a segunda parcela do auxílio em dias diferentes, de acordo com o número do NIS. Por fim, o último grupo de beneficiários a receber será aquele que possui o NIS com final 0, com previsão de recebimento no dia 29 de maio.

Confira abaixo o calendário de recebimento da segunda parcela do Auxílio Emergencial conforme o NIS (Bolsa Família):

18 de maio: NIS 1
19 de maio: NIS 2
20 de maio: NIS 3
21 de maio: NIS 4
22 de maio: NIS 5
25 de maio: NIS 6
26 de maio: NIS 7
27 de maio: NIS 8
28 de maio: NIS 9
29 de maio: NIS 0

OBS: datas válidas somente para quem recebeu a primeira parcela até 30/4.

Como realizar o saque do Auxílio Emergencial?

Para sacar o Auxílio Emergencial, os beneficiários do Bolsa Família podem utilizar o cartão do programa, o cartão cidadão ou diretamente por meio de crédito em conta da Caixa.

Quem pode receber o auxílio emergencial?

  • Primeiramente, trabalhadores informais de qualquer tipo, inclusive intermitentes
  • Inativos desempregados
  • MEIs (microempreendedores individuais)
  • Contribuintes individuais da Previdência
  • Famílias com renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135) ou com renda per capita (por membro da família) de até meio salário mínimo (R$ 522,50)
  • Quem teve rendimentos tributáveis de até R$ 28.559,70 em 2018 (conforme declaração do Imposto de Renda feita em 2019).

Lembrando que para ter direito ao auxílio emergencial é preciso ter mais que 18 anos, exceto para mães adolescentes.

Quanto o beneficiário recebe de Auxílio Emergencial?

Os beneficiários deverão receber o valor de R$ 600 por mês, durante 3 meses. Entretanto, cada família pode receber no máximo, dois auxílios, totalizando R$ 1.200. Contudo, lembramos que uma mulher chefe de família tem direito a receber R$ 1.200 de Auxílio Emergencial. Além disso, lembramos novamente que beneficiários do Bolsa Família não poderá receber os dois benefícios acumulados, portanto receberá apenas o auxílio de maior valor.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Shutterstock/rafastockbr