Metade das pessoas que se cadastraram no auxílio emergencial é aprovada. Dos 92,8 milhões de CPF analisados e encaminhados para a Caixa Econômica Federal, apenas 50,3 milhões (54%) são elegíveis para receber o auxílio emergencial.

Assista ao vídeo sobre esse conteúdo:

É provável que você também goste:

Quer aprender a investir? Descubra 5 dicas que você precisa conhecer

BEm: conheça o NOVO BENEFÍCIO de R$ 600 para trabalhadores intermitentes

Seguro-desemprego para a manutenção do emprego na pandemia será pago na semana que vem.

Metade das pessoas que se cadastraram no auxílio emergencial é aprovada

Já em relação ao número de CPFs reprovados, o número chega a 28,9 milhões de pessoas, ou seja, um terço dos que se inscreveram. Contudo, essas pessoas ainda podem ter uma nova avaliação. Isso porque o app Caixa Auxílio Emergencial disponibilizou a opção de nova solicitação ou contestação do resultado da análise.

Ao todo, a Dataprev, que trabalha no processamento das informações e a homologação dos dados em conjunto com o Ministério da Cidadania, recebeu 98 milhões de CPFs para fazer a análise. O número total inclui as pessoas que se cadastraram pelo app ou site auxilio.caixa.gov.br, e os inscritos no CadÚnico do governo federal e dos beneficiários do programa Bolsa Família. Vale lembrar que a Caixa é a responsável por fazer o pagamento para os trabalhadores cadastrados no auxílio emergencial.

Até ontem (28), tinham sido processados 94% dos pedidos encaminhados pela Caixa. Além disso, faltam ser analisados 5,15 milhões de requerimentos: 1,7 milhão do período de 7 a 10 de abril; 300 mil, de 11 a 17 de abril; e 3,15 milhões, de 18 a 22 de abril. “Os dados precisaram de processamento adicional em função da complexidade de cenários e cruzamentos”, afirma a Dataprev.

Confira os grupos analisados até agora:

Grupo 1 – MEIs, CIs e informais (aplicativo e portal Caixa)

  • Cadastros recebidos: 46 milhões
  • Cadastros processados: 40,85 milhões (89%)
  • CPFs elegíveis: 20,27 milhões, CPFs inelegíveis: 6,97 milhões
  • CPFs inconclusivos (com necessidade de revisão cadastral): 13,61 milhões

Grupo 2 – (Cadastro Único e beneficiários do Programa Bolsa Família)

  • Cadastros recebidos: 19,9 milhões
  • Cadastros processados: 19,9 (100%)
  • CPFs elegíveis: 19,2 milhões
  • CPFs inelegíveis: 0,7 milhões

Grupo 3 – (Cadastro Único e não beneficiários do Programa Bolsa Família)

  • Cadastros recebidos: 32,1 milhões
  • Cadastros processados: 32,1 (100%)
  • CPFs elegíveis: 10,8 milhões
  • CPFs inelegíveis: 21,3 milhões

Enfim, gostou da matéria sobre metade das pessoas que se cadastraram no auxílio emergencial ser aprovado?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Brenda Rocha/Shutterstock

Fonte: Correio do Povo.