Negativação no SPC e Serasa indevida pode gerar R$ 10.000 de indenização

0

Por vezes, infelizmente, as empresas não tem uma organização financeira e de contabilidade adequada e acabam negativando os consumidores mesmo que eles tenham pago as dívidas.

É provável que você também goste:

Por que a pontuação do Serasa Score é tão diferente dos outros birôs?

5 coisas do cartão Nubank que ainda não existem na maioria dos concorrentes.

Como fazer pagamento parcelado de contas e boletos com cartão de crédito.

Negativação no SPC e Serasa indevida pode gerar R$ 10.000 de indenização

Além disso, existem outros problemas que podem dar direito a uma indenização, confira:

Quais problemas podem dar direito a uma indenização?

  • Serviço não contratado – As vezes pode acontecer da empresa cobrar por algum serviço que não foi contratado. Portanto, fique atento!
  • Cobrança em duplicidade – Pode acontecer também da cobrança vir duas vezes, sendo que você obviamente só precisa pagar uma.
  • Dívida já paga – Também pode acontecer que você já tenha pago a dívida e mesmo assim segue sendo cobrado por ela.
  • Fraude – Outro fator bem comum que acontece é quando uma pessoa com más intenções faz um contrato em nome de outra sem que esse saiba ou ainda autorize;

Caso você tenha sido vítima de um desses problemas citados acima, é importante que você faça o seguinte:

  • Recolha todos os seus comprovantes e contratos firmados com a empresa;
  • Entre em contato imediatamente com a empresa que está cobrando o débito;
  • Busque ajuda nos Órgãos de Defesa do Consumidor;
  • Se preferir, você também pode contratar um advogado para cuidar do assunto.

Considerações Finais

Portanto, recorra aos seus direitos e não deixe a negativação acabar barrando a sua vida financeira. As vezes imprevistos acontecem e é necessário ter crédito no mercado para cobrir essas urgências.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Imagem: rafapress/shutterstock.com.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar