Cuidado: novo golpe com Pix causa prejuízo de R$ 70 mil

0

O Pix começou a funcionar no Brasil há menos de 2 meses, mas os criminosos já conseguiram criar um golpe envolvendo o novo sistema de pagamentos do Banco Central. Nesse novo golpe, que pode ser aplicado tanto em empresas quanto em pessoas físicas, os golpistas fingem ser funcionários de bancos.

Dois casos desse novo golpe do Pix já foram identificados no Brasil. O primeiro causou um prejuízo de R$ 70 mil a uma empresa no Espírito Santo, enquanto o segundo foi o de uma mulher do Mato Grosso do Sul, que perdeu R$ 4,5 mil com o golpe. Embora os golpes tenham ocorrido em locais diferentes, o método era muito parecido. Nos dois casos, os criminosos ligavam para a vítima e fingiam ser funcionários de um banco do qual a vítima era correntista. Confira mais detalhes sobre os dois casos no texto a seguir.

É provável que você também goste:

Operações Pix no Banrisul foram duplicadas. Banco restituiu valores

Simples de empregados domésticos já pode ser pago com o PIX

Novo golpe libera empréstimo consignado do INSS sem autorização

Novo golpe do Pix faz empresa perder R$ 70 mil

Conforme dissemos antes, os golpistas ligam para a vítima (pessoa física ou jurídica) fingindo trabalhar no banco onde ela tem conta. Na ligação, eles solicitam algumas informações confidenciais, como dados bancários e senhas. Assim, eles conseguem acessar o dinheiro da vítima do golpe.

Conforme informações do portal A Gazeta, o golpe que levou uma empresa do Espírito Santo a ter um prejuízo de R$ 70 mil ocorreu no início de dezembro. A Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC) ainda está investigando esse caso.

De acordo com Breno Andrade, titular da DRCC, os golpistas disseram à empresa que ela deveria cadastrar a sua chave do Pix. Por uma grande coincidência, a empresa de fato estava tentando se cadastrar no Pix, o que facilitou o trabalho dos criminosos.

Andrade orienta sobre o que a empresa poderia ter feito para não cair no novo golpe do Pix:

O cliente por livre e espontânea vontade vai realizar o cadastro e ele deve ser feito no próprio aplicativo do banco e no site oficial da instituição financeira. Os criminosos usam sites falsos e links compartilhados por e-mail, SMS e WhatsApp para atrair o interesse das possíveis vítimas. Desconsidere essas mensagens que pedem que você faça o cadastro. Se quiser cadastrar a chave Pix, abra o aplicativo ou site oficial do banco”.

Mulher teve prejuízo de R$ 4,5 mil

O outro caso de golpe do Pix ocorreu com uma dona de casa de Campo Grande (MS). Essa mulher recebeu uma ligação de um telefone fixo e os golpistas disseram trabalhar no “setor de segurança da Caixa Econômica Federal”. No caso dela, os criminosos argumentaram que seu cadastro no Pix estava com problemas. Dessa forma, ela começou a receber algumas orientações de como desbloquear o aplicativo. Logo depois, a vítima foi orientada a transferir seu próprio dinheiro ao golpista.

Por fim, ao encerrar o falso atendimento, uma mensagem do banco chegou informando que o envio de R$ 4,5 mil pelo PIX tinha sido concluído com sucesso.

Eu é quem tinha que fazer tudo pelo meu celular, então, pensei que poderia confiar. É uns segundos de branco que a gente tem e aí acontece isso. Depois, quando vi que eles transferiram tudo o que tinha na conta, foi ruim. Fica uma sensação horrível de derrota”, lamentou a vítima.

 

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTube, Facebook, Twitter, Instagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: fizkes / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...