Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Cuidado: novo golpe faz empréstimos no INSS sem o aposentado solicitar

Novo golpe busca as comissões dos agentes de crédito e das empresas intermediadoras de empréstimo

0

O novo golpe, que já ocorre com bastante frequência, faz com que o beneficiário receba um empréstimo sem requisitar. O empréstimo chega normalmente na conta e as parcelas são debitadas, no entanto,  o fraudador fica com a comissão referente ao agente de crédito e empresa intermediadora do empréstimo.

O empréstimo consignado pode ser dividido em até 84 parcelas, com parcelas baixas que muitas vezes passam despercebidas, principalmente para aqueles que já possuem débitos recorrentes em suas contas.

É provável que você também goste:

Tentativas de fraude no e-commerce crescem mais de 45% na pandemia

STF estabelece novos prazos para análise de benefícios do INSS

1 milhão de pessoas não sacaram o auxílio emergencial e perderam o dinheiro

Cancele pelo telefone oferta de crédito consignado oriunda de golpe

Acesse o menu inicial do “Meu INSS” e faça o bloqueio e desbloqueio do benefício para empréstimo na opção que há disponível. Se desejar, é possível solicitar informações por meio do 135.

Alguns beneficiários reclamam que, ao tentarem solucionar o problema do novo golpe com os bancos responsáveis por fazerem o depósito, encontram problemas em cancelar a contratação, conseguir o estorno e ter a devolução de valores cobrados.

Advogados reforçam a importância dos cidadãos efetivarem as denúncias ao sofrerem essas fraudes, o objetivo é obrigar o Judiciário a punir esses bancos.

Como fazer a denúncia?

É recomendável que se faça um boletim de ocorrência, registrando que há alguém se passando por você e conseguindo vantagens financeiras. Esse boletim também será uma base para concluir providências judiciais e administrativas caso necessário.

O banco é o responsável por manter as informações do beneficiário em sigilo e pelo recebimento do benefício. Sendo assim, é recomendável que a pessoa peça o cancelamento da operação e a reparação dos valores.

Caso não haja cooperação do banco, o cidadão pode recorrer a uma queixa nos órgãos de defesa.

Mesmo que tenha gasto o dinheiro por engano, o segurado pode cobrar a compensação dos juros, prejuízos e taxas, porém, é necessário devolver inteiramente o valor que recebeu na sua conta bancária.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Comentários
Carregando...