Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

O que muda no Simples Nacional com a reforma tributária?

A reforma tributária pode trazer mudanças significativas para o Simples Nacional. Entenda como essas alterações impactam os negócios.

Reforma Tributária tem sido um tema recorrente no cenário econômico brasileiro, levantando debates e incertezas sobre suas implicações. Uma das principais preocupações diz respeito ao Simples Nacional, regime fundamental para a sustentabilidade de micro e pequenas empresas no país.

O Simples Nacional representa um regime tributário diferenciado, que simplifica a arrecadação de tributos das Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP). Por meio dele, é possível unificar o recolhimento de diversos impostos, facilitando a gestão fiscal desses pequenos negócios.

O que a Reforma Tributária propõe?

A proposta da Reforma Tributária visa a modernização do sistema tributário nacional, com a introdução de um Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) e a Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), que esperam simplificar e tornar mais justa a carga tributária no país.

Pessoa segurando um celular apontado para a câmera. Na tela do celular está os logos da Receita Federal, do Simples Nacional e do Microempreendedor Individual (MEI).
Imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com

Alterações no Simples Nacional com a reforma

Com a implementação da Reforma, o Simples Nacional passará por ajustes significativos. A substituição de cinco tributos por um sistema baseado em IVA (Imposto sobre Valor Agregado) busca descomplicar o processo e reduzir custos de conformidade para as empresas enquadradas nesse regime.

  • Redução de alíquotas: uma possível diminuição na carga tributária para facilitar o ambiente de negócios para as PMEs.
  • Unificação de impostos: a junção de tributos em um único imposto sobre valor agregado (IVA), simplificando o sistema tributário atual.

Benefícios da implementação do IVA no Simples Nacional

A implementação de um IVA dentro do Simples Nacional pode trazer uma série de benefícios, incluindo maior transparência fiscal e a redução de distorções econômicas causadas pela cumulatividade de impostos existente no sistema atual.

As mudanças propostas pela Reforma Tributária estão previstas para serem implementadas gradualmente, com início em 2026 e expectativa de completa adoção até 2027. Esse período de transição é crucial para que as empresas se adaptem às novas diretrizes fiscais sem maiores prejuízos.

Veja também:

Saiba quando aposentados são isentos na declaração do Imposto de Renda

Como se preparar para as mudanças no Simples Nacional?

  1. Manter-se informado sobre todas as etapas da Reforma Tributária.
  2. Buscar consultoria especializada para entender as implicações específicas para o seu negócio.
  3. Preparar-se para ajustes na gestão tributária e contábil da empresa.

As informações aqui apresentadas destacam a relevância de estar atento às mudanças promovidas pela Reforma Tributária, especialmente para os pequenos negócios que operam sob o Simples Nacional. Adotar uma postura proativa e buscar suporte qualificado são essenciais para navegar por este novo cenário com sucesso.

Imagem: Shutterstock / rafapress