Ter dinheiro e principalmente gastá-lo é extremamente satisfatório, e devemos realmente fazer. Mas as pessoas esquecem-se de que elas devem gastar somente o que podem. No entanto, a maioria das pessoas gastam o que podem e o que não podem para viver. Por isso é muito importante se planejar e determinar exatamente o que poderá ser gasto por mês em determinado segmento de sua vida. Confira logo abaixo os principais erros financeiros que as pessoas cometem.

Leia também:

Por que você nunca consegue fazer um cartão de crédito.

Entrar no crédito rotativo ou pedir empréstimo, qual é mais vantajoso?

Entenda a importância do planejamento financeiro.

Para isso, é preciso que o consumidor tenha em mente que ele deve ser racional e controlar adequadamente o seu orçamento. Ou seja, saber o quanto de receitas e despesas entram, todo o mês, é imprescindível para se planejar financeiramente. Agindo assim, será bem mais difícil de entrar em dívidas que se tornem impagáveis no futuro, além de não cometer os erros financeiros.

Confira os maiores erros financeiros:

1) Gastar demais no cartão de crédito

erros financeiros

O cartão de crédito pode ser um excelente amigo mas também pode ser um grande inimigo. Isso vai depender de como você irá usá-lo. Portanto, tenha cuidado ao usá-lo. Os cartões de crédito digitais, que podem ser controlados pelo aplicativo, são bem mais fáceis de se organizar. Portanto, estabeleça um teto máximo mensal de gastos e não passe disso.

2) Não ter controle sobre as finanças pessoais

erros financeiros

Perder o controle sobre as finanças pessoais é extremamente preocupante. Isso porque se surgir problemas em que você poderá ter que desembolsar dinheiro para solucioná-los, não será possível saber se você terá condições de arcar com a despesa. Portanto saber detalhadamente, com a ajuda de uma planilha, exatamente o que é gasto mensalmente, lhe ajudará a se organizar melhor e ter tudo controlado para evitar entrar em dívidas.

3) Não poupar

erros financeiros

Se você sempre viver no limite, sem ter um dinheiro guardado seja para uma meta ou para ficar preparado pra futuros imprevistos, saiba que você está fazendo errado. É imprescindível guardar dinheiro para eventuais emergências que possam surgir. Ou até mesmo, se você deseja fazer uma viagem ou comprar algo de alto valor.

4) Esquecer de pagar as contas

Não esqueça de pagar as contas. Isso pode ser muito prejudicial porque caso esqueça de pagar, é possível que você gaste o dinheiro com algo desnecessário ou que venha multas para pagar. Controle o dia de vencimento de todos os seus pagamentos para evitar esse desgaste.

5) Entrar nos juros do cheque especial e do rotativo

erros financeiros

Geralmente os juros tanto do cheque especial como do crédito rotativo são muito altos. A sua dívida poderá se tornar impagável, e caso não consiga pagar, poderá ser negativado e nunca mais conseguir crédito na praça.

6) Usar o limite do cartão de crédito como parte da renda

Esse é um dos piores erros que os consumidores cometem. Só porque você tem um limite, não quer dizer que poderá usá-lo totalmente. Esse erro, faz o indivíduo não ter condições de arcar com o boleto do cartão de crédito, aí que ele entra no crédito rotativo, que cobra juros altíssimos.

7) Não reservar dinheiro para emergências

erros financeiros

Além de poupar dinheiro para emergências, separe também uma quantia no mês para emergências. Assim você não precisará retirar da poupança o dinheiro que está guardando.

8) Gastar mais do que ganha

erros financeiros

Além de não economizar você ainda gasta mais do que ganha? Isso é extremamente errado para suas finanças. Assim como mencionado acima, é necessário ter o controle total sobre suas receitas e despesas. Para assim conseguir conhecer todos os gastos, e entender o que é necessário ou não gastar.

9) Não pensar na aposentadoria

erros financeiros

É um grave erro não pensar na aposentadoria. É extremamente importante envelhecer sem problemas financeiros. Até porque é possível que as despesas com a saúde aumentem. É imprescindível começar a já projetar a aposentadoria com investimentos como a previdência, por exemplo, para que assim tenha uma aposentadoria tranquila.

10) Atrasar pagamentos

Atrasar pagamentos é outra questão prejudicial. Isso porque tem multa e é possível que você não consiga nem pagar a conta. O que vai gerando uma “bola de neve” e cada vez mais a situação financeira tende a piorar. Além do mais, isso reflete no score do Serasa, que avalia todo o histórico de pagamentos. Quanto menos você pagar suas contas em dia, mais a pontuação do score cairá. O que fará com que não consiga crédito na praça.

Gostou do artigo sobre os erros financeiros?

Nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando os artigos sobre cartão de crédito, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado às fintechs.

Sobre o autor Ver todos os posts Site

Luiz Felipe Kessler

Graduado em Administração de Empresas pela UFRGS.

Entusiasta de fintechs e tudo o que a tecnologia proporciona de facilidades em nossas vidas.

Fundador dos sites Seu Crédito Digital, Conexão Estudante e do Optclean Tecnologia.

Comentários no Facebook