Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Maioria dos brasileiros está disposta a usar redes sociais como método de pagamento

Confira estudo divulgado nesta semana pela Rapyd, fintech fundada em Israel.

0

Depois de um ano de seu lançamento, o Pix já é um dos métodos de pagamentos mais usados pelos brasileiros. Assim, com a grande adesão à nova tecnologia, o sistema do Banco Central acabou deixando os usuários mais abertos para novas possibilidades de pagamentos.

Prova disso é o estudo divulgado nesta semana pela Rapyd, fintech unicórnio fundada em Israel. Esse estudo mostra que os consumidores já estão mais confiante em aceitar e experimentar alternativas virtuais ao dinheiro físico e cartão de crédito. Então, para saber mais, continue lendo.

É provável que você também goste:

Atenção: PicPay sai na frente do Nubank e libera uso do limite do cartão de crédito para fazer Pix

Pix: novo mecanismo de devolução começou; veja como funciona

Rede de cinemas começa a aceitar pagamento em criptomoedas

Maioria dos brasileiros está disposta a usar redes sociais como método de pagamento

Dessa forma, para seu estudo, a empresa consultou 435 brasileiros, entre homens e mulheres, de 20 a 65 anos. A ideia da pesquisa era avaliar mitos, medos e hábitos relacionados a meios digitais de pagamentos. A conclusão, como mencionamos, é que o consumidor já se sente mais confiante em aceitar ou experimentar alternativas virtuais, deixando de lado o papel moeda ou cartões físicos para realizar transações.

Assim, entre as alternativas de forma de pagamento apontadas pelo levantamento, podendo escolher mais de uma opção, 80% marcaram as redes sociais (Facebook, Instagram e WhatsApp, por exemplo) ou plataformas como Google Pay e Apple Pay. Além disso, apenas 9% dos entrevistados afirmaram não estarem dispostos a usar alguma dessas novas tecnologias.

Por fim, conforme Ximena Azcuy, diretora de parcerias e desenvolvimento de negócios para as Américas da Rapyd, a segurança é um grande fator de atenção para atuar no Brasil. Justamente por isso, 36% dos entrevistados optaram por criptomoedas. Por outro lado, 22% preferem pagamentos por voz, a partir da Siri e da Alexa, por exemplo, como alternativas para pagamentos.

Ao mesmo tempo, a receptividade se confirma no estudo, principalmente quando a maioria (69%) afirma que estaria disposta a comprar algo a partir das vendas ao vivo nas redes sociais, mesmo sem nunca ter comprado.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem:  justplay1412 / Shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -