Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Será que pagar IPVA atrasado pode negativar CPF no SPC e Serasa?

0

Muita gente ainda não sabe disso, mas pagar IPVA atrasado gera multa, inscrição em dívida ativa e inclusão no SPC e Serasa. Saiba mais e tire todas as suas dúvidas aqui neste artigo.

É provável que você também goste:

O Boticário está dando Kit Dia das Mães grátis pelo WhatsApp?

Clientes do Banco Inter denunciam golpes em suas contas.

Seja membro

Caminhão da Serasa está na sua cidade? Aproveite para renegociar suas dívidas e limpar seu nome.

Será que pagar IPVA atrasado pode negativar CPF no SPC e Serasa?

O que é IPVA?

O IPVA é o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. Ele é um tipo de imposto obrigatório que é cobrado anualmente pelos estados e o Distrito Federal de todos os proprietários de veículos que circulam em terra. Como por exemplo, carros, motocicletas e caminhões. A metade do valor arrecadado é destinado ao próprio estado. A outra metade ao município onde ele foi devidamente registrado.

Pagar IPVA atrasado pode negativar CPF no SPC e Serasa?

Sim, isso é verdade. Infelizmente, esta é uma medida que está em vigor desde 2015. Todavia, ainda não tem sido imposta em todos os estados. Contudo, será uma questão de tempo para que isso aconteça. Recomendamos inclusive, que você se informe no DETRAN do seu estado.

Estados como Rio Grande do Sul e Maranhão já aplicam a medida. Contudo, cada estado determina através da Secretaria da Fazenda quais são as providências a serem adotadas em caso de inadimplência.

No estado do Rio Grande do Sul, por exemplo, o atraso no pagamento do IPVA, cujo calendário expirou no final de abril implica em uma multa diária de 0,334% ao dia, limitada a 20%. Depois disso, os débitos serão lançados no Cadin/RS e nos Serviços de Proteção ao Crédito como SPC, Serasa, Boa Vista, entre outros.

Por fim, após 60 dias de atraso, o nome do contribuinte é incluído em Dívida Ativa, e publicada no site da Secretaria da Fazenda. Cabe ressaltar que há um acréscimo de mais 5% sobre o valor do tributo que não foi pago.

E o pior ainda: se o motorista for flagrado circulando sem o documento atualizado e com o IPVA pago, o carro será multado e guinchado para o depósito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Para retirar o veículo, é preciso pagar as diárias, as multas e o imposto.

Enfim, gostou da notícia?

Então, siga Seu Crédito Digital no Google News. Receba em primeira mão notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.