Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Projeto de Lei prevê seguro-desemprego para empreendedor sem rendimento, saiba mais!

Um Projeto de Lei propõe o seguro-desemprego para empreendedores sem rendimento. Conheça os detalhes e possíveis impactos dessa proposta.

O Projeto de Lei 323/24, em análise na Câmara dos Deputados, propõe estender o seguro-desemprego a microempreendedores demitidos sem justa causa. Essa medida visa garantir proteção social a trabalhadores que não obtiveram lucro ou rendimento nos últimos dois anos, incluindo sócios de empresas.

A proposta busca equilibrar a proteção aos trabalhadores com a realidade do mercado, especialmente em períodos de instabilidade econômica. Dessa forma, a aprovação desse projeto poderia representar um avanço significativo na legislação trabalhista, oferecendo mais segurança financeira a um segmento importante da economia.

Beneficiários da nova proposta

Na imagem, mesa com calculadora, cofre de porquinho e dois blocos de madeira com as palavras seguro desemprego.
Imagem: rafastockbr / shutterstock.com

Ao garantir esse benefício, o projeto reconhece a importância dos microempreendedores na economia e busca mitigar os impactos negativos da perda do emprego. Além disso, a proposta pode incentivar a formalização de mais empreendedores, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do país.

Contudo, é importante considerar os aspectos práticos e financeiros da implementação dessa medida, bem como sua compatibilidade com o atual sistema previdenciário.

Em última análise, o Projeto de Lei 323/24 representa um esforço legislativo para promover a inclusão e a proteção dos microempreendedores no mercado de trabalho brasileiro.

Como a proposta surgiu?

A proposta de alteração do seguro-desemprego para empreendedores sem rendimento recebeu respaldo de uma decisão recente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Nesse caso, um trabalhador que era sócio de uma empresa obteve o direito ao seguro-desemprego após ser dispensado sem justa causa e não possuir renda suficiente para sustentar sua família.

O deputado Jonas Donizette (PSB-SP), autor do projeto, ressaltou a importância dessa decisão ao permitir que empreendedores nessas condições também tenham acesso ao benefício. Assim, a medida visa garantir uma rede de proteção social mais abrangente e justa para os trabalhadores brasileiros, especialmente em momentos de instabilidade econômica.

Requisitos atuais para acesso ao seguro-desemprego

O seguro-desemprego, benefício da Seguridade Social, destina-se ao trabalhador despedido involuntariamente que preenche certas condições, como não ter renda própria suficiente para a própria subsistência e a de sua família.

Veja também:

Lula assina projeto de lei que pode dar salário mínimo de R$ 1.412 para motoristas de app

Assim, a lei estabelece que o trabalhador pode acessar o seguro-desemprego ao receber salários de pessoa jurídica (ou equiparada) por determinado período, dependendo do número de solicitações já feitas. O Projeto de Lei 323/24 tramitará em caráter conclusivo e será avaliado pelas comissões pertinentes.

Imagem: rafastockbr / shutterstock.com