A chegada da Covid-19, o novo coronavírus, atingiu a economia mundial de uma maneira nunca antes vista. Dessa forma, muitas pessoas perderam o emprego exclusivamente por conta da crise econômica causada pela pandemia.

Por consequência, esse tipo de agitação e mudança brusca leva todo mundo a repensar certos padrões. Assim, muita gente deu início a busca por uma nova fonte de renda, além do salário tradicional.

Isso porque o coronavírus mostrou que é preciso fazer uma reserva de emergência e estar preparado para situações e imprevistos como essa. Assim, vem sendo cada vez mais comum encontrar pessoas que estão investindo em previdência privada com esse pensamento, por exemplo.

Entretanto, além desse, existem outros investimentos que são tão rentáveis quanto e são indicados para formar reservas específicas para momentos de necessidade, sem te deixar na mão sem dinheiro.

Para quem é jovem e está caminhando rumo a uma independência financeira, existem ótimas opções apropriadas para esse período da vida. Confira os investimento mais escolhido pelos jovens, as opções mais indicadas!

É provável que você também goste:

Uber lança serviço de entrega de supermercado em 11 cidades brasileiras

MPF pode abrir processo penal contra fraudadores identificados do auxílio emergencial

Saiba como investir em ações de empresas estrangeiras sem sair do Brasil

Qual é o investimento mais escolhido pelos jovens brasileiros?

Tesouro direto

O Tesouro Direto é um dos investimentos de renda fixa mais conhecidos atualmente. Basicamente, é um programa de venda de títulos públicos, ou seja, são papéis que o Governo Federal injeta no mercado para financiar diversas atividades, tais como: investimento em infraestrutura e pagamento de despesas.

Esses são títulos de ótima liquidez, boa rentabilidade, diversificados, de baixíssimo risco e sua operação é bem simples. Seu grande atrativo é que com pouco dinheiro já é possível realizar um investimento.
Dizemos que essa é uma operação de baixíssimo risco porque, mesmo que houvesse a pior crise econômica da história do Brasil, o país simplesmente poderia quitar sua dívida interna demandando a emissão de mais papel-moeda.

Por conta do seu baixo risco e pela alta diversificação dos papéis, o Tesouro Direto é uma modalidade de investimento mais escolhido e um dos mais indicados para jovens adultos.

Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Mais conhecido como CDB, o Certificado de Depósito Bancário tem como objetivo recolher recursos para que os bancos financiem as suas atividades em troca de juros. A liquidez desse investimento de renda fixa é diária, entretanto, assim como o Tesouro Direto está sujeito a imposto de renda na fonte.

Bem parecido com o Tesouro Direto, o CDB também apresenta baixíssimo risco de investimento. Os CDBs podem ser facilmente comprados em bancos, sem a necessidade prévia de abrir uma conta na instituição financeira.

Letras de crédito

As Letras de Crédito são comumente chamadas de LCI (Letras de Crédito Imobiliário) e LCA (Letras de Crédito do Agronegócio), sendo essas siglas bastante conhecidas mas poucas pessoas realmente entendem a diferença entre elas e o que cada uma representa.

As Letras de Crédito são também títulos de renda fixa emitidos por bancos, e se tornaram muito populares de alguns anos para cá. Seu funcionamento é muito parecido com os CDBs, entretanto, contam com o grande benefício da isenção de imposto de renda sobre os rendimentos.

Ainda em comparação com o investimento em CDB, as LCIs e LCAs normalmente tendem a exigir investimentos mínimos maiores que o Certificado de Depósito Bancário, especialmente quando negociados em grandes bancos.

Já os riscos de investir em LCI e LCA são baixos e, geralmente, a remuneração é pós fixada e correspondente a um percentual da taxa CDI do tempo em que o dinheiro permaneceu investido. Para investir é necessário procurar uma corretora ou um banco,

Previdência privada

O investimento em previdência privada tem sido bastante procurado por quem está entrando agora no mercado de trabalho. Esse tipo de investimento é bastante atrativo para jovens adultos principalmente porque não é um tipo de aposentadoria ligada ao sistema do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Nos variados planos de previdência privada encontrados no mercado é possível escolher o valor da contribuição, além de decidir a periodicidade em que os depósitos serão feitos. Além disso, em casos de desistência do plano, o valor investido pode ser resgatado.

Os riscos de um investimento desse tipo estão diretamente ligados à seguradora escolhida. Assim, antes de investir, é importante escolher uma empresa conhecida no mercado para não ter dor de cabeça mais para frente.

Ações

As ações são, sem dúvida, o investimento de renda variável mais conhecido do mundo. São pequenas partes de uma empresa e, quando a mesma se torna aberta, seu patrimônio é dividido e vendido a investidores. Quanto maior for o número de ações que você tem, maior é a sua parcela.

Entretanto, investir por conta própria em ações, ou em qualquer outro tipo de aplicação, pode ser muito arriscado. Para jovens investidores, o mais indicado é obter acompanhamento de uma boa corretora, assim, é possível investir com segurança e experiência.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Paulo Vilela via shutterstock

Sobre o Autor

Seu Crédito Digital

Site especializado em bancos digitais, fintechs, cartões de crédito, empréstimos e crédito em geral. Incentivamos o uso do crédito de forma consciente.

Ver todos os artigos