Mais da metade dos trabalhadores informais teve a renda afetada no isolamento social

0

A pandemia do novo coronavírus tem levado muitas pessoas a diminuírem a renda, precisarem de dinheiro e recorrerem ao empréstimo pessoal. As instituições, por outro lado, têm alongado o prazo de pagamento tentando assim dar um alívio nos gastos dos consumidores no curto prazo. Pensando em investigar o impacto da quarentena na renda e o que a pessoa busca na hora de escolher um empréstimo, a fintech Guiabolso fez uma pesquisa com 1947 pessoas e descobriu que os juros baixos continuam sendo o fator decisivo.

É provável que você também goste:

Seguro-desemprego para a manutenção do emprego na pandemia será pago na semana que vem.

Quem não usar máscaras faciais em lugares públicos poderá ser MULTADO.

App Caixa Tem não funciona? Saiba como resolver o erro da tela branca.

Mais da metade dos trabalhadores informais teve a renda afetada no isolamento social

A pesquisa ouviu usuários de dois grupos:

  • 1º grupo: pessoas endividadas no cheque especial e/ou cartão de crédito;
  • 2º grupo: trabalhadores informais, autônomos e empreendedores, grupo que pode ser sofrido um grande impacto na renda neste momento.

Em ambos, a taxa de juros baixa e o tamanho da parcela são os fatores principais na tomada de decisão.

“Entre as pessoas que já têm tido problemas com créditos caros, a taxa de juros é ainda mais sensível. É o fator dominante para 78% dos entrevistados contra 68% dos trabalhadores não CLT”, diz a economista do Guiabolso, Yolanda Fordelone. “Talvez pese o fator trauma neste grupo, por já terem pagado muitos juros em modalidades caras de crédito”, avalia.

No cartão de crédito, os juros chegam a ultrapassar 10% ao mês, enquanto no cheque especial a nova regra determina o teto de 8% ao mês. Nos empréstimos, a taxa é bem menor. No Guiabolso, aplicativo que além de gestão traz ofertas de produtos financeiros aos usuários, a taxa de juros das empresas parceiras começa em 2,49% ao mês.

Renda afetada na pandemia

A pesquisa também apontou o impacto da quarentena na renda dos consumidores. A maioria teve uma diminuição dos ganhos, sendo o percentual maior no grupo de trabalhadores que não são formais (CLT). Apesar do mau momento na renda, nos dois grupos a maioria não pretende pegar um empréstimo nos próximos meses.

A pesquisa foi feita entre os dias 20 e 22 de abril, pela internet.

Sobre o Guiabolso

O Guiabolso é um aplicativo personal trainer das finanças que ajuda as pessoas a organizarem o orçamento e terem acesso a bons produtos financeiros. O app organiza todas as contas em dois minutos, tudo automático, sem a pessoa ter de anotar os gastos. A plataforma também faz a curadoria de produtos financeiros de acordo com o perfil do consumidor. A missão do Guiabolso é ajudar as pessoas a melhorarem a vida, além de transformar o sistema financeiro. Hoje já conta com 6 milhões de histórias. O aplicativo surgiu em 2014 e de lá pra cá já recebeu R$ 215 milhões em cinco rodadas de investimentos.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

imagem: Sam Wordley via shutterstock

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais