URGENTE: Renda Cidadã para substituir Bolsa Família e Auxílio Emergencial provavelmente será cancelado

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) disse que não tem de onde tirar dinheiro para financiar o programa.

0

URGENTE: Renda Cidadã para substituir Bolsa Família e Auxílio Emergencial provavelmente será cancelado. O governo está propondo um programa chamado Renda Cidadã para substituir o Auxílio Emergencial, Bolsa Família e outros benefícios. Entretanto, o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), tratou de dar um balde de água fria hoje (1). Isso porque o governo federal não vê alternativa para financiar o programa social Renda Cidadã. Além disso, Mourão disse que praticamente já descartou a possibilidade de financiamento divulgada na segunda-feira (28).

É provável que você também goste:

Nubank aumenta limite de saque no cartão de crédito

Itaú Personnalité faz pontos renderem mais pontos e libera mais isenção de anuidade

Guiabolso antecipa Pix e Open Banking e oferece pagamentos de boletos no débito pelo App

Renda Cidadã provavelmente será cancelado

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, no início desta semana, a intenção de financiar o Renda Cidadã com recursos do novo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) e de precatórios.

“Esse assunto já virou a página, já acabou”, disse o vice-presidente hoje em Brasília. “Voltou atrás, provavelmente não vai usar”, completou Mourão.

Além disso, ele sinalizou a desistência da proposta de adiamento do pagamento de precatórios, que são dívidas do governo que devem ser pagas por determinação da justiça. Ontem (31), o ministro da Economia Paulo Guedes já tinha antecipado que o governo voltou atrás na ideia. “Acredito que não também”, respondeu Mourão sobre a possibilidade de usar os recursos dos precatórios.

No fim da entrevista, o vice-presidente respondeu uma questionamento sobre de onde viriam então os recursos para financiar o programa. E ele respondeu o seguinte: “Não tem de onde tirar, essa é a realidade”.

A provável desistência do programa se deve ao fato do governo estar com dificuldades em encontrar uma fonte de recursos para o programa e que não interfira no teto de gastos definido pelo orçamento da União.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais