Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Quitou as dívidas no SPC e Serasa e continua com o nome no SCR? Veja como retirar

0

A inadimplência continua sendo um problema no Brasil. Devido tanto à crise financeira quanto ao desemprego crescente, as dívidas acumulam e o brasileiro acaba perdendo o controle das finanças. Por fim, tendo seu nome inscrito em serviços de proteção ao crédito como o SPC e o Serasa. Porém, mesmo com a dívida prescrita nesses órgãos, muitas vezes os bancos continuam negando crédito, alegando ao solicitando a presença do nome no SCR. Neste texto você entenderá o que fazer quando a dívida está prescrita no SPC e Serasa e ainda continua no SCR.

É provável que você também goste:

Turbine seu score ganhando até 200 pontos e consiga crédito novamente

Bom Pra Crédito une de forma fácil e rápida quem quer crédito com quem quer emprestar.

Seja membro

Projeto de Lei cria novo benefício social que dá R$ 499 mesmo para quem já ganha o Bolsa Família.

O que é e como funciona o nome no Sistema de Informação de Crédito?

Conhecido popularmente como lista negra, o SCR, Sistema de Informação de Crédito, é um banco de dados criado pelo Banco Central do Brasil com o objetivo de controlar as movimentações financeiras realizadas por qualquer pessoa. No SCR, são registradas todas as operações financeiras acima de R$200, incluindo empréstimos, financiamentos, uso de cartões de crédito etc.

Com isso, o banco tem um controle maior sobre a ocorrência de operações de créditos fora do comum ou de alto risco relacionadas a um indivíduo. A partir do momento em que um conta não é paga, esse consumidor é rotulado como inadimplente e já corre o risco de ter o nome no SCR.

Dívidas quitadas e nome no SCR? Veja o que fazer

Se as suas dívidas foram prescritas nos órgãos de proteção ao crédito e seu nome no SCR continua como inadimplente, cabe ao consumidor entrar com uma ação na justiça. A Constituição Federal prevê que o nome sujo não pode ser perpetuado em listas negras ou cadastros internos de bancos a fim de negar crédito.

Assim, é indicado que a parte prejudicada busque um advogado e informe-se sobre a jurisprudência de seu caso, podendo então tirar o nome do SCR e qualquer tipo de lista negra. É importante lembrar que, caso o consumidor opte por negociar suas dívidas prescritas, seu nome não fica completamente limpo destes cadastros. Para saber um truque para remover a transcrição do nome no SCR, leia este outro artigo.

No caso dos consumidores que tiveram suas dívidas quitadas e continuam com o nome no SCR, a solução é entrar com uma ação na justiça, pedindo a retirada do rótulo de inadimplente no Sistema de Informação de crédito e, em alguns casos, até mesmo podendo entrar com um pedido de Danos Morais, solicitando a retirada de seu nome no SCR e solicitando que o banco reconheça o caráter restritivo destas listas.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

 

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.