Tokens de precatórios: novo investimento promete rendimento de até 25% ao ano e segurança de renda fixa

- Publicidade -

Em meio a um cenário incerto, o medo de assumir riscos investindo em rendas variáveis e mais voláteis fica mais latente. Mas com a queda frequente da taxa Selic e seu último corte para 2,25% ao ano, os investimentos em renda fixa (poupança, Tesouro Direto e CDBs) vão ficando para trás no quesito rentabilidade para o investidor. Parece ser um caminho sem volta, mas apesar disso, existem opções seguras e acessíveis para aqueles que desejam aplicar seus recursos e planejar uma estabilidade futura, inclusive, para superar a crise atual. Uma destas opções são os tokens de precatórios, ativos digitais que representam frações de ordens de pagamento para dívidas públicas.

É provável que você também goste:

Caixa faz mais 5 pagamentos do Auxílio Emergencial nesta quarta-feira (29)

Licença-maternidade poderá ser prorrogada por vários meses durante a pandemia

Por que os brasileiros deveriam investir mais na Bolsa de Valores?

Atenta à esta tendência, a BlueBenx, fintech especializada no mercado de ativos digitais, acaba de lançar seu novo produto, o Bond Token. Em fase de pré-reserva, os interessados que quiserem comprar parte de títulos públicos por meio de tokens, conseguem adquiri-los a partir de R$ 100. Depois do período de reserva e pré-venda, que acaba em julho, os tokens serão atualizados com valorização diária e liquidez D+5. A BlueBenx tem prioridade em casos de recompra de ativos por meio do termo de aquisição que garante isso.

O que são os tokens de precatórios?

- Publicidade -

De forma simples, os precatórios são ordens emitidas pelo poder judiciário que exigem a execução de uma dívida pública, como uma ação feita contra um órgão público, por exemplo. Hoje, no Brasil, os precatórios estão abertos para negociação, mas acabam sendo inacessíveis à grande parte da população; afinal só é possível fazer a compra da execução integral da dívida por valores elevados. Com os tokens, um mesmo título de execução é dividido em cotas, permitindo que pessoas com menos recursos possam adquirir frações do papel que até então estava restrito aos grandes investidores.

Já os tokens são ativos digitais criptografados semelhantes às criptomoedas (ou moedas digitais), como Bitcoin, Ethereum, Litecoin, Iota e outras. A emissão destes tokens é feita de maneira controlada e eles são criados a partir de sistemas de blockchain já existentes; diferente das criptomoedas, que possuem blockchain própria. Além dos precatórios, os tokens lastreados também podem representar outros ativos reais de propriedade para imóveis, metais preciosos e obras de arte. Para as pessoas que ainda tem receio de começar a investir e que desconhecem o mercado de ativos digitais, os tokens de precatórios surgem como uma alternativa acessível e com a segurança de renda fixa, principalmente em um país como o Brasil, onde o mercado financeiro e de investimentos não foi completamente explorado.  

A segunda edição da pesquisa “Raio X do Investidor Brasileiro” de 2018 realizada pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) em colaboração com o Datafolha revelou que, entre os brasileiros que fizeram uma reserva, 48% aplicaram em produtos financeiros. Dos que aplicaram no mercado financeiro, 88% escolheram a caderneta de poupança, 6% a previdência privada, 5% optaram por títulos privados e 4% priorizaram os fundos de investimento.

Investimento possui risco baixo-moderado e pode render até 25% ao ano

No que diz respeito à segurança, o investimento em tokens de precatórios possui um nível baixo e moderado de risco; isso porque a compra do ativo digital lastreado vem de uma execução de dívida pelo judiciário, que já não pode mais ser contestada. Isto é, o poder público pública é obrigado a cumprir a determinação de pagamento. Além disso, o Bond Token faz parte de uma bolsa de precatórios, e não representa a titularidade somente de um papel. Isso significa que quando uma pessoa compra um token da BlueBenx, ela está adquirindo um ativo digital que representa mais de um precatório, o que aumenta a capacidade de valorização do ativo.

Outra característica determinante para o investidor é a rentabilidade de até 25% ao ano oferecida pela BlueBenx. A fintech garante este percentual ao priorizar precatórios federais com deságio que não podem ter mais de 5 anos de prazo de pagamento, assegurando a valorização do ativo.

Para o CEO da BlueBenx, Roberto Cardassi, a criação do Bond Token promove o acesso à oportunidades para pessoas que ainda não entendem sobre investimentos. “Nós estamos propondo criar e desenvolver oportunidades que permitam que pessoas comuns, ou que não tenham conhecimento de mercados com um nível de complexidade maior, possam de alguma forma estabelecer metas e alcançá-las usando essas alternativas rentáveis e mais seguras”, explica Cardassi.

Sobre a BlueBenx

A Bluebenx é especializada em tecnologia financeira para o mercado digital e universo de criptomoedas. A empresa desenvolve produtos e soluções de negócios que dão acesso seguro aos principais ativos digitais do mundo, para pessoas e instituições.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: PopTika, via Shutterstock.

- Publicidade -
Seu Crédito Digitalhttps://seucreditodigital.com.br/
O Seu Crédito Digital é o maior site brasileiro especializado em bancos digitais, fintechs, cartões de crédito, empréstimos e crédito em geral.
- Publicidade -

Últimas Notícias

FGTS pode liberar duas novas modalidades de saque em breve (saque-educação e saúde)

Está prestes a ser votado em Plenário um projeto que cria mais duas novas modalidades de saque no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo...

SPC/Serasa e Boa Vista são obrigados a retirar negativação após 5 anos?

Atualmente, existem 4 birôs de credito aqui no Brasil: SPC Brasil, Serasa Experian, Boa Vista e Quod. Cada um deles possui um banco de...

Nexoos lança aplicativo gratuito para investidores individuais (P2P)

A partir de agora, os investidores individuais (P2P) da Nexoos, a maior fintech de crédito para empresas, autorizada pelo BACEN como Instituição Financeira SEP, contam com...

Beneficiários do Bolsa Família vão ganhar o décimo terceiro e não falta muito, confira as datas

Há um tempo atrás, o pagamento do décimo terceiro para beneficiários do Bolsa Família foi confirmado pelo governo. Isso foi prometido em junho deste...
- Publicidade -