O Nubank explicou no seu blog e publicamos aqui no nosso site também sobre os motivos da taxa do saque na NuConta. Mesmo assim, muitos leitores ainda estão inconformados até hoje sobre o fato do Nubank cobrar R$ 6,50, enquanto o Banco inter não cobra pelo saque. Continue a leitura deste artigo e entenda porque isso acontece.

É provável que você também goste:

Nubank começa a liberar a opção bloqueio do contactless no aplicativo

Sacar dinheiro no Banco24Horas pelo Nubank e outras fintechs ficará mais barato.

Startup combate fraudes em cadastros on-line e abertura de contas digitais

Por que o Banco Inter não cobra pelo saque como o Nubank?

Custos da rede Banco24Horas

Primeiramente, é importante esclarecer que os grandes bancos como Banco do Brasil, Caixa, Itaú Unibanco, Bradesco e Santander possuem uma conexão direta com a rede Banco24Horas. Por este motivo, pagam muito menos de taxas por cada saque realizado pelos seus correntistas, cerca de 20%. Este custo pode ser tranquilamente absorvido pela cobrança de tarifas bancárias e com outros serviços do banco.

Todas as demais instituições financeiras pagam até R$ 6,50 por cada operação realizada, cerca de 80% a mais que os grandes bancos, segundo especialistas do setor. Isso acontece elas porque precisam acessar a rede através da Cirrus, braço da bandeira Mastercard. Ademais, cada instituição deve manter com a rede Banco24Horas uma quantidade de dinheiro equivalente aos montantes de saques efetuados. Ou seja, uma espécie de lastro, o que envolve altos custos de logística.

Por que o Banco Inter não cobra pelo saque como o Nubank?

A resposta é muito simples! Cada instituição financeira ou fintech utiliza uma política diferente em relação ao repasse dessa tarifa aos seus clientes. O Banco Inter isenta os clientes, enquanto que o Nubank repassa o custo das operações.

Entretanto, cabe ressaltar que o Banco Inter consegue absorver os custos porque oferece uma grande quantidade de produtos diferentes, e consegue criar receita com cada um deles. Ou seja, o correntista do Banco Inter pode alocar os seus recursos em um amplo portfólio de investimentos, é possível fazer empréstimo pessoal, consignado, financiamentos, contratação de seguros, e agora até devolve até cashback no marketplace inserido no App.

Sobre a cobrança do saque no débito do Nubank

O principal produto do Nubank é o cartão de crédito sem anuidade. A NuConta foi criada mais para atingir os desbancarizados e oferecer uma solução de investimento de curto prazo que os grandes bancos não oferecem, e e que rende mais do que a poupança. O Nubank lançou inicialmente a NuConta para ganhar mercado, e sem gerar receita com a conta digital. Aos poucos, o Nubank começa a criar novos produtos, como o empréstimo da NuConta.

A cobrança de R$ 6,50 que o Nubank cobra atualmente, refere-se a soma dos custos que o Nubank cobra em cada saque realizado, acrescido de impostos. É o equivalente a R$ 5,56 destinado a cobrir os custos de terceiros, mais R$ 0,94 de impostos são cobrados em cada operação.

A situação pode mudar em breve

A TecBan está construindo um sistema com os bancos digitais com o objetivo de facilitar o acesso à rede de caixas eletrônicos Banco24Horas. Isso deve permitir a redução dos custos de operações como saques.

O sistema deve entrar em vigor até o fim deste ano em toda a rede de 23 mil caixas eletrônicos distribuídos pelo país. Devem fazer parte desse modelo os bancos digitais C6 Bank, Nubank, Banco Inter, Agibank e Banco Original.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Via Estadao