O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi solto na última sexta-feira (8), e desde então tem disparado duras críticas contra o atual presidente Jair Bolsonaro e ao seu governo, mirando também no ministro da Economia – Paulo Guedes. Uma das críticas no discurso do último sábado (9), foi em relação ao juros do cheque especial. Em resposta, a estatal Caixa Econômica Federal baixou a taxa de juros do cheque especial para 4,99% ao mês.

É provável que você também goste:

Cartões Carrefour e Atacadão realizam promoções de fim de ano que podem render barras de ouro e vales-compra para clientes.

Veloe oferece 18 mensalidades grátis na Black Friday.

Bolsonaro acaba com seguro obrigatório DPVAT que dava indenização por acidentes no trânsito.

Em resposta à Lula, Caixa reduz juros do cheque especial para 4,99% ao mês

Confira o que o Lula falou em seu discurso em São Paulo, no último sábado (9):

“Quando fui preso, achei que a minha prisão ia permitir recuperar o Brasil, mas agora o povo tem menos emprego. Quero saber se o juro do cheque especial caiu, se o juro do cartão de crédito caiu, se o juro das Casas Bahia caiu. Porque é esse juro que toca diretamente no bolso do trabalhador, que mexe no salário do nosso povo”, disse.

Lula

Caixa reduz para 4,99% a taxa de juros do cheque especial

Nesta terça-feira (12), a Caixa Econômica Federal anunciou a redução na taxa de juros do cheque especial de 8,99% a 4,99% ao mês.

“A Caixa devolve à sociedade, e em especial aos mais humildes, os resultados recordes que teve, [com] redução para abaixo de 5% [a taxa do cheque especial]. É um banco preocupado com a igualdade, com a distribuição de renda. Isso é absolutamente matemático e meritocrático”, disse o presidente do banco, Pedro Guimarães.

Todavia, cabe ressaltar que o juros de 4,99% ao mês ainda é extremamente elevado, em comparação com outros países, em especial os de primeiro mundo.

Por fim, mesmo que possa parecer que a decisão da redução da taxa de juros tenha partido diretamente do presidente Jair Bolsonaro ou de Paulo Guedes, de acordo com o Guimarães, a decisão foi matemática.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.