Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Cartão de crédito: 3 em cada 10 pagamentos são realizados por aproximação

Saiba mais informações sobre o aumento no número de pagamentos por aproximação de acordo com dados do Banco Central!

Recentemente, uma tendência ganhou destaque no Brasil. Segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC), os pagamentos por aproximação estão se popularizando rapidamente entre os brasileiros. Isso indica uma mudança nos hábitos de consumo e nas preferências de pagamento da população.

Este aumento notável nas transações por aproximação é evidenciado pelos números do último ano, que mostram um crescimento significativo tanto para cartões de crédito quanto para os de débito. Saiba mais informações a seguir!

O que são os pagamentos por aproximação no cartão de crédito?

Imagem de uma pessoa pagando por aproximação com o NFC do celular
Imagem: Alessandro Pintus / Shutterstock.com

Os pagamentos por aproximação são transações financeiras que ocorrem sem a necessidade de contato físico entre o cartão de pagamento e o terminal do ponto de venda. Esse tipo de pagamento utiliza tecnologia NFC (Near Field Communication) para realizar transações de maneira rápida e segura. Assim, basta que o usuário aproxime seu cartão ou dispositivo móvel do leitor para efetuar a transação

Conforme indicado pelo relatório do BC, as operações com cartões de crédito realizadas por aproximação aumentaram de 23% para 31,1%. Por sua vez, as de débito subiram de 24,4% para 35,2%, comparando os últimos trimestres de 2022 com 2023.

Celulares como catalisadores do aumento nas transações

Ademais, os celulares emergiram como o principal canal de pagamento no país. No último ano, dispositivos móveis foram responsáveis por 82% do total de transações realizadas. Isso não só sublinha a importância dos smartphones na vida diária das pessoas como também destaca a tendência de digitalização dos meios de pagamento no Brasil.

O Pix, sistema de pagamento instantâneo brasileiro, também se destacou. Ele é o segundo meio de pagamento mais utilizado em 2023, com 39% do total. O método fica atrás apenas das transações via cartões que compreendem crédito, débito e pré-pago.

Veja também:

Como funciona a portabilidade da dívida do cartão de crédito, afinal?

Essa tendência rumo ao digital, no entanto, não elimina completamente a relevância dos canais presenciais, que ainda representaram cerca de 42% do volume total movimentado em 2023. Logo, isso indica que, apesar do aumento do digital e dos pagamentos por aproximação, os métodos tradicionais de pagamento ainda têm seu espaço garantido no mercado.

Imagem: Alessandro Pintus / Shutterstock.com