Um grande número de consumidores está com dificuldades em ser aprovado no cartão de crédito, principalmente pelo score baixo e nome sujo no SPC/SERASA. Agora, durante a quarentena do coronavírus, tudo fica mais complicado, e o pessoal precisa de mais crédito. Pensando nisso, elencamos aqui neste artigo, 5 Cartões de fácil aprovação durante a crise do coronavírus, que você pode conseguir mesmo com score baixo e nome sujo no SPC/SERASA. Confira.

É provável que você também goste:

Projeto de lei garante seguro-desemprego para MEIs durante pandemia do coronavírus.

Caixa prepara lançamento de conta digital para repassar os R$ 600 do coronavoucher.

INSS divulga novo calendário de saques do 13° salário de aposentados.

5 Cartões de fácil aprovação na crise do coronavírus

Santander Free

5 Cartões de fácil aprovação na crise do coronavírus

Nos últimos dias, o cartão Santander Free tem aprovado um grande número de consumidores (leia este artigo aqui). Para adquiri-lo, você não precisa ser correntista do Banco Santander.

Dentre as suas vantagens, está a possibilidade de ficar livre da anuidade, desde que você gaste pelo menos R$ 100 todos os meses, ficando livre da parcela proporcional da anuidade.

PagBank

cartão de crédito PagBank

O segredo para aumentar as chances de ser aprovado no cartão de crédito PagBank Visa sem anuidade é fazer a portabilidade do seu salário na conta digital PagBank. Abra a sua conta digital PagBank aqui.

Ao trazer o seu salário, informações negativas a seu respeito como o score de crédito e em muitas das vezes, mesmo nome sujo serão desconsideradas na análise de crédito. Isso mesmo, as chances realmente são altíssimas de aprovação. Além disso, o limite de crédito concedido será correspondente à metade do seu salário.

next

Next chega a 1 milhão de clientes

O next é o banco digital do Bradesco, que tem planos para se tornar independente ainda em 2020. Através da abertura de conta de forma rápida e facilitada através do App, é possível ser aprovado na conta mesmo com restrições no SPC e Serasa.

Entretanto, na aprovação do cartão de credito é preciso passar por uma análise de crédito. O next oferece inclusive cartões de crédito sem anuidade, entre as ofertas disponíveis.

pag!

O Pag! É uma fintech que faz parte do Grupo Avista, um grupo financeiro que conta com mais de 20 anos de atuação no Brasil. Ele surgiu para um concorrente do Nubank e de outras fintechs. Aliás, ele não é somente um cartão de crédito, pois também possui uma conta digital completa.

Há relatos de que ele seja um dos Cartões de fácil aprovação, mesmo com SCORE BAIXO e NOME SUJO no SPC e Serasa.

Caixa Simples

cartão de crédito Caixa Simples - 5 Cartões de fácil aprovação na crise do coronavírus

O cartão Caixa Simples é um cartão de crédito consignado, que oferece as mesmas condições de um cartão de crédito normal, sem a cobrança de anuidade, e com benefícios como compras em lojas físicas e pela internet. Contudo, ele é descontado sob consignação diretamente no salário ou benefício.

Como ele é consignado, conta com a facilidade do desconto de parte do pagamento da fatura. Ou seja, referente à margem de 5% no benefício INSS. Essa é a principal diferença em relação ao cartão de crédito convencional. Parte do valor da fatura é descontado automaticamente no benefício.

Além disso, 95% do limite de crédito pode virar dinheiro na conta. Para isso, basta solicitar no momento da contratação. Sobre esse valor, incorre a cobrança de juros rotativos + IOF contabilizados do dia do crédito em conta ao dia do pagamento da fatura.

Para solicitar o seu cartão Caixa Simples, você deve comparecer pessoalmente em uma agência da Caixa Econômica Federal. É necessário ser aposentado ou pensionista e ter menos de 75 anos. Veja como solicitar aqui neste artigo.

Enfim, gostou da matéria com 5 cartões de fácil aprovação?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Antonio Guillem via shutterstock