Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Como consultar o saldo de contas ativas ou inativas para os novos saques do FGTS

0

Com a liberação dos novos saques do FGTS, é importante que as pessoas entendam como consultar o saldo que está disponível. Afinal, o pagamento será de até R$ 1.045, portanto se o saldo de contas ativas e inativas for menor, o valor final também diminuirá.

Da mesma forma, se as contas somarem um valor maior do que o limite de R$ 1.045, o cidadão vai receber apenas o valor até chegar no limite. Entenda tudo sobre como consultar os valores disponíveis para os novos saques do FGTS.

É provável que você também goste:

Saque-emergencial de R$ 1.045 do FGTS começa segunda-feira mesmo sem calendário

Câmara aprova projeto de lei que suspende a inclusão de novos nomes no SPC e Serasa

FGTS emergencial terá saques limitados pela Caixa para evitar filas e escassez de dinheiro

Como consultar o saldo de contas ativas ou inativas para os novos saques do FGTS

Antes de realizar os novos saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), os trabalhadores podem consultar o saldo de suas contas ativas e inativas. Essa ação pode ser feita de diferentes formas:

  1. Site da Caixa Econômica Federal
  2. Site do FGTS
  3. Aplicativo FGTS para smartphones e tablets (em suas versões para Android, iOS e Windows)
  4. Além destas formas de consulta, os trabalhadores ainda podem cadastrar suas informações e receber avisos por mensagens de celular ou e-mail.

Entenda como acontecerão os novos saques do FGTS

Em abril deste ano, o governo federal aprovou medida provisória que libera saques extraordinários das contas do FGTS de todos os trabalhadores. Estes novos saques do FGTS devem acontecer entre os dias 15 de junho (próxima segunda-feira) e 31 de dezembro. Contudo, faltando poucos dias para o início desse prazo, a Caixa Econômica Federal ainda não divulgou como será feita essa liberação.

Mas uma informação já confirmada é que os novos saques do FGTS serão liberados para trabalhadores que tenham contas ativas ou inativas no fundo de garantia. Portanto, tanto trabalhadores empregados, quanto trabalhadores com saldo em contas antigas podem sacar o valor.

Cada trabalhador terá o limite de R$ 1.045 para saque, com os pagamentos sendo realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador. O mesmo sistema já é utilizado quando outros saques do FGTS são liberados, e também está sendo assim o pagamento do Auxílio Emergencial.

Nesse sentido, assim como o benefício pago pelo governo federal para trabalhadores informais, os novos saques do FGTS também acontecem em virtude da pandemia do coronavírus e seus efeitos negativos na economia.

1. Consulta de saldo para novos saques do FGTS pelo site da Caixa

Através do site da Caixa, o trabalhador deve informar o NIS (PIS/Pasep). Este número consta na carteira de trabalho ou então em extratos antigos que o trabalhador tenha. Uma senha é cadastrada pelo próprio trabalhador, ou então é possível usar a Senha Cidadão.

De qualquer forma, se a senha for esquecida, é possível informar “Esqueci Senha” e recuperá-la. 

novos-saques-do-fgts
Página da Caixa para consultar saldo do FGTS

Como é possível perceber na imagem, você também pode fornecer CPF ou e-mail já cadastrado para acessar o sistema. Se não tiver uma senha ativa, será preciso informar também:

  • Nome completo
  • Nome da mãe
  • Data de Nascimento
  • RG
  • E-mail

Então, no e-mail de confirmação, um link para criar a senha será enviado. Dessa forma, é possível seguir com a consulta do saldo dos novos saques do FGTS.

Ao acessar o sistema, diversas informações são mostradas, como o saldo disponível para os novos saques do FGTS.

Na tela abaixo, selecione “Extrato” e você saberá os valores disponíveis em contas ativas e inativas no seu CPF ou NIS:

novos-saques
Página da Caixa para consultar saldo do FGTS

2. Por e-mail

Assim como no passo anterior, para começar a receber informações por e-mail, o sistema do FGTS deve ser acessado com dados de CPF/NIS/E-mail e senha.

Para habilitar, acesse o menu conforme tela abaixo:

novos-saques-do-fgts
Página da Caixa para consultar saldo do FGTS

3. Pelo aplicativo FGTS para celular

Além das opções acima, também é possível consultar o saldo para novos saques do FGTS pelo aplicativo FGTS. Este tem versões para sistemas Android, iOS e também Windows.

4. Por mensagens de celular

Assim como nas opções 1 e 2 acima, também no sistema acessado no site da Caixa, o trabalhador pode encontrar uma opção de receber informações por mensagem de celular.

Para isso será preciso informar o número do NIS, CPF ou E-mail, e a senha cadastrada. Caso ainda não tenha cadastro da senha, é possível fazer isso também pelo site.

Veja como é a tela para cadastro do número de celular abaixo:

novos-saques
Página da Caixa para consultar saldo do FGTS

Com este cadastro, o trabalhador passa a receber informações via SMS sobre depósitos mensais. Além disso, quem faz essa opção deixa de receber o informe bimestral em casa, mas continua recebendo o extrato anual.

Outras formas de consulta do saldo do FGTS

Além dos recursos virtuais mencionados acima, os trabalhadores também podem consultar qual é o saldo disponível para os novos saques do FGTS em casa ou pessoalmente.

  • Em casa: conforme mencionado acima, os trabalhadores recebem a cada dois meses um extrato do FGTS no endereço cadastrado no sistema. Caso você não esteja recebendo as correspondências, pode ligar para o telefone 0800 726 01 01 e entender a sua situação. Ou então, ir pessoalmente em uma agência da Caixa.
  • Pessoalmente: a última opção é ir até uma agência da Caixa para consultar o saldo do FGTS e entender qual será o valor disponível nos novos saques do FGTS. Entretanto, esta é a opção menos recomendada, pois há outras alternativas e a recomendação atual é justamente não se expor ao coronavírus.

Entenda como localizar o número do NIS (PIS/PASEP)

O NIS (PIS/pasep) é um número encontrado em diferentes locais, como, por exemplo:

  • Extratos do FGTS
  • Cartão Cidadão
  • Carteira de Trabalho (CNH)
  • Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis)

A prática de monitorar o seu saldo é útil para os novos saques do FGTS e em outras situações

Considerando que o FGTS é como uma poupança que o governo faz pelos trabalhadores, é essencial que todos saibam qual o saldo disponível. Afinal, é possível utilizar esse valor como entrada na compra de um imóvel, por exemplo. E também em caso de novos saques do FGTS, como o que acontecerá agora.

Além disso, o trabalhador que tem o hábito de consultar seu saldo também consegue fiscalizar se os depósitos estão sendo feitos corretamente por seus empregadores.

Caso você queira fazer uma consulta às contas do FGTS de antes de maio de 1992, será preciso verificar na CNH e fazer contato direto com o banco no qual o FGTS era depositado. Com este novo extrato em mãos, você terá 100% das informações sobre os valores dos novos saques do FGTS.

Caso você queira conferir os valores depositados, saiba que o FGTS é um depósito previsto em lei, que os empregadores devem fazer mensalmente. O valor é de 8% da remuneração do trabalhador no mês anterior ao depósito. Este depósito é obrigatório até o dia 7 de cada mês. Sendo que quando o dia 7 não é dia útil, o valor deve ser pago antecipadamente.

E quando a empresa não depositar os valores corretamente?

Caso essa situação ilegal aconteça, o trabalhador pode ter seu saldo para os novos saques do FGTS prejudicado. Além disso, o montante final recebido ao ser desligado da empresa, ou ao se aposentar também vai estar incorreto. Portanto, ao identificar problemas, o trabalhador pode entrar em contato com a empresa para exigir o depósito dos valores atrasados. 

Ao mesmo tempo, é possível fazer uma denúncia ao Ministério Público do Trabalho (MPT) ou até mesmo uma reclamação na Justiça do Trabalho.

No caso de reclamações na Justiça do Trabalho, os prazos são:

  • Abrir uma ação até dois anos após o desligamento da empresa. 
  • Cobrar até cinco anos de FGTS não depositado.

Contudo, para as denúncias no MPT, estas podem ser feitas mesmo depois deste período válido para a Justiça do Trabalho. Mas e se a empresa não existir mais? Nestes casos, o trabalhador também deve entrar em contato com a Justiça do Trabalho e solicitar os pagamentos devidos.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: Antonio Salaverry / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...