FIES: estudantes já podem suspender parcelas no app do Banco do Brasil. Saiba como solicitar

0

Desde ontem (6), estudantes com contrato do FIES (Financiamento Estudantil) pelo Banco do Brasil (BB) já podem solicitar suspensão do pagamento de até 4 parcelas. O pedido pode ser feito no aplicativo do Banco do Brasil, conforme explicaremos mais abaixo. No entanto, essa medida só é válida para clientes em situação de adimplência com seus contratos antes de 20 de março, quando foi decretado estado de calamidade pública no Brasil. Ou seja, clientes do Banco do Brasil que já estavam com dívida pendente junto ao FIES não poderão suspender as parcelas no app.

É provável que você também goste:

Qual é o investimento mais escolhido pelos jovens brasileiros?

Rodrigo Maia opina sobre criação de nova CPMF pelo governo federal

Quem recebeu a última parcela do seguro-desemprego em abril tem direito a receber o auxílio emergencial?

Como suspender as parcelas do FIES no app do Banco do Brasil?

Primeiramente, o cliente precisa acessar a conta fazendo o login. Em seguida, clique no “Menu” e selecione a opção “Suspensão FIES”. A solicitação será concluída de forma simples, sem necessidade de assinar termo aditivo ou fiador. Entretanto, é obrigatória a concordância do estudante em relação às condições de pausa no financiamento e seus impactos no contrato.

Se o estudante não tiver acesso a smartphone com aplicativo, é possível suspender as parcelas do FIES nas agências do Banco do Brasil. Contudo, recomendamos fazer isso apenas um último caso, devido às medidas de isolamento social adotadas em função da pandemia de coronavírus.

Condições diferenciadas para utilização ou amortização

As condições para suspender parcelas do FIES seguem o estabelecido na Lei nº 13.998/2020 e na Resolução nº 38/2020, ambas publicadas em maio pelo Ministério da Educação. O pedido pode abranger até quatro parcelas, observada a fase do contrato de cada estudante financiado, conforme legislação vigente:

– Contratos em fase de utilização ou carência: a suspensão alcançará até 2 (duas) parcelas, que serão incorporadas ao saldo devedor do contrato do estudante financiado, nos termos e condições contratados. Essa medida é válida para contratos formalizados até o 2º semestre de 2017.

– Contratos em fase de amortização: a suspensão alcançará até 4 (quatro) parcelas, que serão incorporadas ao saldo devedor do contrato do estudante financiado, nos termos e condições contratados. Nesse caso, o período das parcelas suspensas será acrescentado ao vencimento final do contrato.

Além disso, é prevista a incidência de juros contratuais sobre as parcelas suspensas do FIES. Esses juros serão contabilizados no saldo devedor do contrato do estudante. Por fim, a adesão às novas condições pode ser registrada até o dia 31 de dezembro deste ano.

Em caso de dúvidas, os clientes podem acessar os seguintes canais:

– o próprio aplicativo BB (smartphone);

– o site oficial do Banco do Brasil;

–  WhatsApp, pelo número (61) 4004-0001;

– Central de Atendimento BB (0800-729-0001).

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Fonte: Banco do Brasil

Imagem destacada: Billion Photos, via Shutterstock.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais