Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Governo pode zerar imposto sobre eletrônicos importados

0

Governo pode zerar imposto sobre eletrônicos importados. O governo, por intermédio do Ministro da Economia, Paulo Guedes, poderá dar o aval para a Camex (Câmara de Comércio Exterior) baixar uma resolução que prevê zerar alíquotas de importação de bens de informática, telecomunicações e capital que tenham produtos nacionais semelhantes. Ou seja, importar produtos como celular ou notebook poderá ficar mais barato em breve.

É provável que você também goste:

Decreto de Bolsonaro publicado hoje reduz impostos sobre videogames

Novo cadastro positivo deverá reduzir número de negativados.

Santander reduz taxa de juros do crédito imobiliário a 7,99% por tempo limitado.

Zerar imposto sobre eletrônicos importados faz parte da abertura comercial

A medida, portanto, faz parte da abertura comercial prometida pelo ministro Paulo Guedes durante a campanha ao lado do atual presidente Jair Bolsonaro. Caso seja implementado, essa será a primeira iniciativa do tipo.

Além disso, segundo a Folha de S. Paulo, as pessoas envolvidas nas discussões sobre o imposto zero afirmam que a resolução ainda não entrou em vigor devido ao fato de que Paulo Guedes está aguardando a aprovação da reforma da Previdência.

Entretanto, as importações de bens de capital, atualmente, são taxadas em 14% e as de bens de informática e telecomunicações, em 16%.

A equipe de Guedes, anteriormente, disse pretender baixar as alíquotas para 4% até o último ano de mandato de Bolsonaro.

É provável que você também goste:

Diretor do BNDES renuncia após Bolsonaro ameaçar presidente do banco.

Bolsa Família pode acabar sem crédito suplementar, diz Jair Bolsonaro.

Enfim, gostou da notícia sobre o governo zerar imposto sobre eletrônicos?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.