O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é um benefício concedido aos trabalhadores, através de um valor retido em uma conta da Caixa Econômica, e depositado durante todos os meses de trabalho (o valor correspondente a 8% do salário). Em vida, o saque só pode ser feito quando houver demissão sem justa causa, após o diagnóstico de doença grave, falência da empresa, morte do empregador, aposentadoria, e muito mais. Entretanto, quando o trabalhador venha a falecer, o benefício fica disponível para os seus herdeiros, que após seguirem algumas “burocracias”, receberão o FGTS. A seguir, saiba tudo que é preciso ser feito para ter direito ao fundo!

Leia também:

Saiba como consultar os depósitos no FGTS por SMS ou aplicativo

Vantagens do cartão BMG Card sem anuidade e sem consulta ao SPC e Serasa.

Saque do FGTS: confira regras para colocar a mão no seu dinheiro.

Herdeiros podem sacar o FGTS de trabalhador que faleceu. Saiba como!

Atualize-se sobre o valor disponível

Para saber como proceder com o saque, é preciso conhecer qual o valor total do FGTS. A consulta pode ser feita no aplicativo ou por SMS (após cadastro no site). Para isso, é preciso conhecer a senha do falecido (ou criar outra), e também conhecer o N29IS (número encontrado na carteira de trabalho).

  • Esteja com a documentação em mãos
  • Como é de se esperar, alguns documentos serão solicitados no momento do saque. Portanto, tenha em mãos:
  • Identidade ou outro documento com foto do sacador.
  • Número de inscrição do PIS/PASEP/NIS.
  • Carteira de trabalho do falecido.
  • Documento que comprove o direito à herança.
  • Documento de identificação (CPF, certidão de nascimento e/ou identidade) dos herdeiros, para que seja possível abrir uma poupança.
  • Em situações que o saque for menor que R$ 1500,00, é possível realizá-lo portando apenas o Cartão Cidadão e a senha do titular.

Dirija-se a uma agência da Caixa

O local a ser buscado irá variar conforme o valor do saque. Em casos de saque menor que R$ 1500,00, o mesmo pode ser realizado em Lotéricas, postos de atendimento eletrônico, salas de autoatendimento, ou nas agências da Caixa. Em situações que o valor seja maior que o mencionado anteriormente, o atendimento obrigatoriamente deve ser feito em uma agência da Caixa. Para facilitar, busque a mais próxima do seu endereço!

Aguarde a correção monetária

O saldo do FGTS sofre constantes reajustes, e, portanto, você pode aguardar a nova correção monetária para então realizar o saque.  Esta é uma opção para receber um valor maior, e ideal para quem não tem pressa para receber o pagamento!

Gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Para assim acompanhar artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Sobre o Autor

Eduardo Mendes

Cofundador

Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. CoFundador do site Seu Crédito Digital.

Ver todos os artigos