A pandemia causada pelo novo coronavírus transformou completamente nossas relações de trabalho. Dessa forma, a modalidade do home office, que até então era vista com certa desconfiança no Brasil, tornou-se um recurso essencial na luta para diminuir os impactos do isolamento. Assim, é possível que trabalhadores realizem seu trabalho em diversos setores da sociedade diretamente de suas casas. Entre as instituições que já anunciaram que manterão o home office até o fim do ano, estão Cielo e banco BMG. Agora, outros bancos já anunciaram a possibilidade de implementar o home office permanente.

Assim, os principais bancos do Brasil já sinalizaram a possibilidade de aplicar o trabalho remoto de forma permanente. A percepção, entre essas instituições financeiras, é que o home office permanente seria uma saída mais econômica e, muitas vezes, mais produtiva. Segundo uma matéria do jornal “Valor Econômico”, atualmente existem 230 mil funcionários de bancos trabalhando em casa. Destes, muitos podem acabar se adequando ao home office permanente, caso este vire realidade.

É provável que você também goste:

Banco Central suspende serviço de pagamentos do WhatsApp

Nota Legal: milhares podem deixar de resgatar dinheiro por pequeno detalhe

Como recuperar o seu dinheiro roubado do Caixa Tem pelo golpe do auxílio emergencial

Itaú Unibanco possui 53 mil trabalhadores em sistema home office

Mesmo antes da pandemia, alguns bancos já estavam estudando a possibilidade de adotar o home office permanente no país. Entretanto, a maioria dos testes para aplicar o sistema se limitavam a poucas pessoas. Além disso, não havia um momento no passado em que o home office tivesse sido aplicado em grande escala, tornando difícil prever sua eficácia. Mas, então, surgiu a pandemia causada pelo novo coronavírus, obrigando dezenas de milhares de colaboradores destes mesmos bancos a trabalharem de casa.

Dessa forma, essa é uma realidade que já está se tornando concreta em muitas instituições financeiras. O Itaú Unibanco, por exemplo, já informou que, apesar de não saber como se dará o processo, tem o objetivo de aplicar o home office permanente. O banco também disse que não tem estimativas de quantas pessoas participariam do novo sistema, ou de que áreas. Entretanto, o Itaú afirma que, até o momento, todas as experiências de trabalho em casa têm sido positivas, com 53 mil trabalhadores incluídos no sistema home office atualmente.

Banco do Brasil e Bradesco também falam em aplicar sistema

Outra banco que já admitiu a possibilidade de home office permanente é o Banco do Brasil (BB), que pretende manter cerca de  10 mil funcionários em jornada parcialmente remota. Ao todo, no momento, o banco possui 32 mil colaboradores em home office. O plano, segundo o BB, é que esse grupo trabalhe alguns dias de casa e outros no escritório, em um sistema de home office permanente, porém flexível. Além disso, a instituição também já informou que está realizando estudos internos que apontam uma economia de até R$ 180 milhões por ano em despesas com imóveis, caso o home office permanente seja implementado.

Ao mesmo tempo, o Bradesco manifestou a mesma percepção positiva a respeito do sistema. Para o banco, a expectativa é que entre 30% e 40% de suas áreas administrativas possam entrar em home office permanente, e seguir trabalhando de casa. A outra parte da equipe, cerca de 30%, também poderá trabalhar de forma remota, intercalando dias no escritório e dias em casa. Já o Santander ainda está estudando a possibilidade, enquanto a Caixa Econômica Federal admitiu não possuir planos de trabalho remoto até então.

Home office pode ocasionar encerramento de unidades

Segundo o vice-executivo do Bradesco, as transações em agências caíram 70% na pandemia. Além disso, todos os funcionários puderam seguir trabalhando da mesma forma e com a mesma produtividade, porém dentro de suas casas. Segundo o vice-executivo, é possível que, com a aplicação do home office permanente, a instituição acabe encerrando mais unidades do que as 320 previstas para 2020.

Entretanto, ainda existe muito a ser estudado a respeito do home office permanente. O Itaú Unibanco, por exemplo, reconhece que ainda existem setores que possuem a necessidade de atuar de forma presencial. Um exemplo seriam equipes de agências, vendedores da credenciadora e executivos do atacada, que visitam clientes regularmente. Assim, o mais provável é que, ao menos de início, o home office permanente também tenha uma característica mais flexível, alternando entre trabalho em casa e presença no escritório.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: fizkes via shutterstock

Sobre o Autor

Bruna Valtrick

Redatora

Graduada em Jornalismo, apaixonada por escrita, linguagem e comunicação. Experiência em marketing digital e em redação publicitária.

Ver todos os artigos