Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

INSS prorroga auxílio-doença para perícia agendada e reativa benefícios cortados em abril

0

INSS prorroga auxílio-doença para perícia agendada – O auxílio-doença vai ser prorrogado automaticamente para segurados do INSS – Instituto Nacional do Seguro Social que recebiam o benefício, pediram a prorrogação do pagamento e estavam aguardando para realizar a perícia médica quando as agências foram fechadas em virtude do novo coronavírus. Além destes, aqueles que tiveram o auxílio cortado, vai ser reativado, disse o INSS.

É provável que você também goste:

Ampliação do Auxílio Emergencial de R$ 600 será votada HOJE pelo Senado

SPC e SERASA podem negativar o CPF na pandemia do Coronavírus?

Coronavírus: Câmara aprova dispensa de atestado médico para trabalhador infectado

INSS prorroga auxílio-doença para perícia agendada e reativa benefícios cortados em abril

“Quem já fez o pedido de prorrogação e tinha a perícia agendada não precisa se preocupar, pois terá seu benefício prorrogado automaticamente. Porém, destacamos que os benefícios serão renovados até que o atendimento presencial da perícia médica federal volte”, informou o instituto, através de nota oficial.

As agências do INSS ficarão fechadas em um primeiro momento, até o dia 30 de abril. Todavia, o INSS poderá estender esse período, caso a situação da pandemia persista e se alongue por vários meses. Dessa forma, o trabalhador que já tem um agendamento programado para o mês de maio e as agências continuarem fechadas, a prorrogação vai ser feita automaticamente.

Auxílio-doença cortado vai ser reativado

Nos casos em que o trabalhador teve o auxílio-doença cortado durante a pandemia, o INSS informou que o benefício será reativado automaticamente.

“As reativações acontecem na folha de pagamento mensal, na competência seguinte da cessação. O valor é o mesmo pago antes da interrupção, considerando o período de 30 dias da data da cessação.”

Novos pedidos devem ser feitos com atestado médico

Também neste período de pandemia, o INSS passou a permitir que os trabalhadores anexem um atestado médico na hora de solicitar o benefício pelo site ou aplicativo Meu INSS. A regra vale para os novos pedidos. Dessa forma, um perito avalia o documento e se ele estiver dentro das regras estabelecidas pelo INSS, é liberado um benefício de R$ 1.045, a título de antecipação. Caso o benefício seja maior, ele terá direito a diferença posteriormente.

“As perícias presenciais serão feitas posteriormente, caso seja necessário, tão logo seja autorizado o trabalho presencial da perícia médica federal e a volta do funcionamento das agências.”

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: rafapress via shutterstock

- Publicidade -

Comentários
Carregando...