Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Ministério Público: Nubank teria sido vítima de extorsão em caso de dados vazados

0

MP: Nubank teria sido vítima de extorsão em caso de dados vazados. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) analisou o arquivo com suposto vazamento de dados de clientes da fintech e concluiu, preliminarmente, que não há motivo de preocupação, pois não houve nenhum incidente de segurança real. O trabalho foi realizado pela Unidade Especial de Proteção de Dados e Inteligência Artificial (Espec).

Relembre o caso do suposto vazamento:

5 dicas para quem tem score baixo conseguir um cartão Nubank

Ocorreu um vazamento de dados de usuários do Nubank pelo WhatsApp?

Extorsão?

De acordo com a análise do MPDFT, percebe-se inconsistências nas informações constantes do arquivo recebido. O conteúdo, portanto, parece ter sido forjado.

Segundo o promotor de Justiça Frederico Meinberg, a proliferação de fake news tem se tornado comum a respeito de vazamento de dados. O objetivo é extorquir empresas. “Trata-se de uma prática criminosa, tipificada no código penal como extorsão, cuja pena pode chegar a 10 anos de reclusão, além da aplicação de multa”, explica.

Leia agora:

Credicard Zero, Nubank ou Santander Free: qual o melhor cartão de crédito digital?

O promotor ainda alerta que o MP está atento em relação à difusão desse tipo de notícias na internet, com intenção criminosa e buscará a punição dos responsáveis.

“Essa não é a primeira vez que a instituição se depara com falsas denúncias. Desde que a Espec começou a atuar nessa área, alguns procedimentos já foram arquivados após a constatação de não ter havido vazamentos de dados reais. É uma preocupação que temos em não fomentar dados inverídicos que possam prejudicar empresas e consumidores”, conclui.

Segundo Meinberg, baseado nas informações preliminares a respeito do caso, não há necessidade de instauração de procedimentos contra o Nubank. Contudo, o MPDFT seguirá atento e tomará as medidas adequadas contra casos de vazamentos reais ou tentativa de proliferação de falsos incidentes de segurança.

Entretanto, em vez de extorsão, nós temos uma outra explicação para o caso, entenda:

Dados vazados do Nubank na verdade era uma pegadinha

Recentemente, postamos aqui no site sobre isso. Ou seja, o site Pastebin foi alvo de uma experiência de um usuário. Isso significa que um usuário anônimo do serviço acabou compartilhando um arquivo. Este arquivo revelava dados de aproximadamente 8 mil cartões de crédito do Nubank. Contudo, os dados eram falso e foram intencionalmente compartilhados como uma espécie de alerta. Segundo o criador, a intenção era mostrar o impacto que uma fake news dá no mercado de segurança.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe nossas notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Fontecorreiobraziliense.

Comentários
Carregando...