Parcela extra do seguro desemprego não é aprovada

0

Codefat não aprovou a parcela extra do seguro desemprego. Tanto os conselheiros governistas como os representantes das empresas do Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) votaram contra a extensão do seguro desemprego. Foram 12 votos contra e seis favoráveis a proposta para pagar parcelas extras do benefício. Além disso, o grupo contrário não apresentou qualquer contraproposta de parcelas extras do benefício.

É provável que você também goste:

Como simular e contratar empréstimo pessoal online no Nubank?

Elo e Banco Cetelem anunciam parceria para emissão de cartões de crédito Elo Flex.

Entenda o que significa rentabilidade e liquidez diária no Nubank.

Conselheiros não aprovam parcela extra do seguro desemprego

A medida precisava de 12 votos favoráveis para que a proposta fosse aprovada. Lembrando que o conselho é composto por seis representantes do foverno, seis dos empregadores e seis dos trabalhadores. O governistas e patronais, portanto, se uniram e barraram a criação de parcelas extras do seguro-desemprego.

A Codefat é um órgão deliberativo ligado ao Ministério da Economia que tem participação de governo, empresários e trabalhadores.

É provável que você também goste:

Pequeno empreendedor: como reduzir a inadimplência em tempos de pandemia?

Governo comemora 100 milhões de poupanças sociais digitais da Caixa.

Quer ficar por dentro de tudo o que rola no setor financeiro?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitter, Instagram e até mesmo no Twitch. Lembrando que fazemos lives em todas as plataformas, às quintas-feiras, 19 horas! É só colar lá!

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar