PicPay atrasa transferências do Caixa Tem e irrita usuários

O PicPay é um dos mais populares aplicativos de pagamentos digitais, com mais de 20 milhões de usuários. O seu serviço se popularizou ainda mais nos últimos meses, com o incremento de benefícios sociais através do Caixa Tem, como o auxílio merenda, auxílio emergencial e o FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, que podem ser enviados diretamente para a carteira digital. Entretanto, um assunto que está sendo bastante discutido no Twitter exatamente nesse momento é sobre o atraso no recebimento do auxílio emergencial. Os internautas colocaram a hashtag #picpaydevolvemeudinheiro entre os assuntos mais comentados do momento.

É provável que você também goste:

Será que é seguro transferir o dinheiro do FGTS e Auxílio Emergencial para o Nubank ou PicPay?

MPF pode abrir processo penal contra fraudadores identificados do auxílio emergencial

Relatório do TCU aponta que 565 mil pessoas foram excluídas do auxílio emergencial em maio

PicPay atrasa transferências do Caixa Tem e irrita usuários

Primeiramente, cabe ressaltar que o governo federal estabeleceu um calendário de pagamentos tanto para o auxílio emergencial quanto para o FGTS. Um primeiro calendário para uso digital e outro para saque em espécie, que pode demorar aproximadamente um mês.

Dessa forma, a transferência do auxílio emergencial ou de outros benefícios do Caixa Tem para o PicPay se tornou uma alternativa viável para conseguir receber o dinheiro mais rapidamente. Uma vez que basta utilizar o cartão de débito virtual do Caixa Tem em uma compra virtual, e o dinheiro vai automaticamente para uma conta digital.

Entretanto, um grande número de usuários está reclamando que fizeram o procedimento e até agora não receberam o dinheiro na conta do PicPay. Entre as publicações que você pode conferir diretamente no Twitter, há relatos de até um mês sem terem recebido o dinheiro, sendo que alguns clientes pretendem até mesmo processar a empresa.

Posicionamento oficial do PicPay

Entramos em contato com a assessoria de imprensa do PicPay, e atualizamos essa matéria às 16h35 desta terça-feira (7). Confira o posicionamento oficial da empresa, logo a seguir:

Desde o início da distribuição do auxílio emergencial, mais de 2,9 milhões de usuários concluíram a transferência do benefício para o PicPay com sucesso. Por instabilidade do sistema do Caixa TEM, um pequeno percentual das transações entre o aplicativos e o PicPay não é concluído. Nesses casos, o usuário deve fazer nova tentativa. Se a Caixa tiver debitado o valor utilizado para a transferência, o estorno deverá ser realizado pelo próprio banco.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Brenda Rocha via shutterstock

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais