Será que é seguro transferir o dinheiro do FGTS e Auxílio Emergencial para o Nubank ou PicPay?

Na semana passada, clientes do Nubank e Picpay reclamaram nas redes sociais sobre o sumiço de R$ 600 do auxílio emergencial em suas contas digitais. O PicPay afirmou que os erros ocorreram em virtude do grande volume de operações, que afetou apenas alguns clientes. O problema com o Nubank surgiu logo depois do Picpay, e a fintech também se manifestou, afirmando ter ocorrido um erro do sistema da Caixa Econômica Federal (CEF). Em resposta, a CEF negou o ocorrido, e disse que não existe “sumir dinheiro do Caixa Tem”. Mas e afinal, será que é seguro transferir o dinheiro do FGTS e do Auxílio Emergencial para contas digitais como Nubank e PicPay? Tire aqui as suas dúvidas.

É provável que você também goste:

Será que adianta entrar na justiça para sacar integralmente o FGTS?

Definida a data da 4ª parcela do auxílio emergencial para o Bolsa Família.

Auxílio Emergencial: Caixa libera hoje (14) o saque da primeira parcela para 3º lote de aprovados

Primeiramente, cabe ressaltar que transferir os valores para uma conta digital é uma estratégia para “fugir”do calendário de saque em espécie, nos benefícios disponibilizados no Caixa Tem. A Caixa Econômica Federal libera em um primeiro momento, o Uso Digital, e somente depois de alguns dias libera os saques.

Depois do ocorrido, entramos em contato com as assessorias de imprensa de todas as empresas envolvidas, e você conferir cada um dos posicionamentos logo a seguir.

PicPay

O PicPay foi a primeira empresa a se manifestar. Entramos em contato com a sua assessoria de imprensa e recebemos o seguinte posicionamento.

“Desde o início da distribuição do auxílio emergencial, mais de 2,9 milhões de usuários concluíram a transferência do benefício para o PicPay com sucesso. Por instabilidade do sistema do Caixa TEM, um pequeno percentual das transações entre o aplicativos e o PicPay não é concluído. Nesses casos, o usuário deve fazer nova tentativa. Se a Caixa tiver debitado o valor utilizado para a transferência, o estorno deverá ser realizado pelo próprio banco.”

Nubank

Com relação ao episódio que ocorreu com o Nubank, as reclamações cessaram, e os clientes lesados já receberam o dinheiro de volta. Confira logo a seguir, o posicionamento oficial do Nubank.

“São Paulo, 8 de Julho de 2020 – Valores estornados a pedido da CEF já estão de volta ao Nubank. 

Entre 15 de abril e 10 de junho de 2020, parte dos clientes do Nubank que realizou o pagamento de boletos por meio da Caixa Econômica Federal recebeu em sua conta digital uma quantia superior ao valor correto. O erro ocorreu devido a uma falha no sistema da própria CEF.

Assim que informado pela CEF sobre a situação, o Nubank, agindo de boa fé, comunicou seus clientes sobre o equívoco e, seguindo as recomendações da CEF, iniciou o processo de estorno dos valores excedentes de volta para o banco estatal. As devoluções foram suspensas assim que o Nubank identificou inconsistências nos dados fornecidos pelo banco estatal.

O Nubank lamenta o transtorno causado aos seus clientes e informa que, devido à imprecisão dos dados da CEF, a empresa decidiu reverter imediatamente os valores aos seus clientes mesmo não sendo responsável pela falha. Os clientes afetados já começaram a receber os valores em suas contas. A empresa aguarda esclarecimentos adicionais do banco estatal.”

Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal também se posicionou a respeito, não identificando nenhuma falha nos sistema internos do banco. Confira seu posicionamento oficial.

“A CAIXA informa que, acerca de relatos de intercorrências em pagamentos e transferências do CAIXA Tem para fintechs, não foram identificadas falhas nos sistemas internos do banco.

Apenas nesta quarta-feira (8), já foram realizados com sucesso mais de 1,6 milhão de transações com o cartão de débito virtual, e processados cerca de 6 milhões de boletos sem nenhum incidente no sistema de cobrança da CAIXA.

Atenciosamente,

Assessoria de Imprensa da CAIXA”

Será que é seguro transferir o dinheiro do FGTS e Auxílio Emergencial para o Nubank ou PicPay?

Primeiramente, ambas são excelentes contas digitais e têm ajudado a popularizar cada vez mais o uso do dinheiro de forma digital. Contudo, se você foi afetado desta vez pelo PicPay ou Nubank, muito provavelmente vai ficar com “um pé atrás” para transferir o seu dinheiro do Caixa Tem.

Se você procurar no Twitter, ainda é possível conferir alguns relatos de usuários que estão há dias esperando por uma solução e ainda não foram atendidos. Por outro lado, o Nubank foi muito rápido, e no mesmo dia estornou o dinheiro de todo mundo.

Entretanto, percebe-se que a maioria dos relatos refere-se ao pagamento de boletos entre as instituições financeiras. Para transferências, não percebemos muitas reclamações, apesar de demorar mais para o dinheiro entrar efetivamente em uma conta digital.

Um fator importante a se considerar é a qualidade no atendimento. Como o Nubank possui um atendimento muito mais humanizado que o PicPay, acreditamos ser muito mais fácil de resolver um problema posteriormente, pois você será atendido pelo seu time de Xpeers em apenas alguns minutos.

É seguro transferir do Caixa Tem para Nubank e PicPay?

Recomendamos que você NÃO faça depósito por boleto com pagamento pelo Caixa Tem neste momento, pois acreditamos ser uma maneira insegura de transferir o seu dinheiro, especialmente por falhas de comunicação entre a Caixa Econômica Federal e as fintechs. Porém, se você precisar antecipar o seu dinheiro e não tiver outra alternativa, recomendamos que faça o depósito por boleto exclusivamente para a conta do Nubank, pois se acontecer algum problema, há muito mais chances dele ser resolvido em menos tempo que o PicPay. Isso porque o atendimento do Nubank continua sendo um dos melhores da atualidade.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Antonio Salaverry via shutterstock

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais