Revolut: o que é e como funciona? Quando chega ao Brasil?

0
PUBLICIDADES
PUBLICIDADES

Já sabemos há alguns anos que as fintechs seguem ganhando muito espaço no mercado brasileiro e, também, no mundo. Desta vez, trazemos mais uma plataforma no modelo fintech que promete entregar soluções financeiras aos seus clientes, a Revolut. Te explicamos nesta matéria o que é e como funciona a plataforma.

É provável que você também goste:

PUBLICIDADES

Financiamento da casa própria vai ser possível pelo Caixa Tem

PUBLICIDADES

Nubank: App de banco digital mais baixado, supera Revolut, Monzo e N26!

Saiba tudo sobre o banco digital N26 antes dele chegar ao Brasil

O que é a Revolut?

Fundada em 2015, em Londres na Inglaterra, a fintech busca ser uma alternativa acessível para serviços financeiros. Seus fundadores, Nikolay Storonsky e Vlad Yatsenko queriam desenvolver uma alternativa para os bancos tradicionais.

PUBLICIDADES
PUBLICIDADES

Desta forma, a Revolut oferece aos seus clientes uma ampla gama de serviços financeiros. Entre eles estão o cartão de débito pré-pago, câmbio, troca de criptomoedas Bitcoin, Bitcoin Cash Ethereum, Litecoin e Ripple, além de pagamentos peer-to-peer. Além disso, a Revolut também possui transferências internacionais.

Atualmente, a empresa conta com mais de 8 milhões de clientes. Os serviços e as taxas atraentes e saques sem custo no exterior conquistam o público, aumentando rapidamente o número de usuários da Revolut.

Como funciona a Revolut?

Sediada no Reino Unido, a Revolut apresenta diversos serviços financeiros aos seus clientes. Para aproveitar todas as opções oferecidas pela fintech, claro, o primeiro passo é abrir uma conta. Após baixar o aplicativo e realizar o cadastro, o cliente aguarda a aprovação para optar pela melhor forma de conta para as suas necessidades.

Conheça as três modalidades de contas disponíveis:

Revolut Standard

Esta é a opção mais simples para os clientes. Assim, tem o pacote gratuito e não exige pagamento de taxas mensais. Na inscrição, o usuário recebe uma conta IBAN em euros que permite transferências em até 30 moedas diferentes com taxa de câmbio interbancário.

Contudo, destaca-se que para transferências superiores a 6 mil euros mensais, a Revolut cobra uma taxa de comissão de 0,5% em cima do valor. Além disso, para transferências nos fins de semana, a taxa é de 0,5% a 2%, dependendo da moeda.

A modalidade Standard também concede ao cliente um cartão de débito físico para movimentar a conta. Ele pode ser usado em viagens ao exterior para pagamentos e saques de dinheiro em espécie até 200€ por mês.

PUBLICIDADES
PUBLICIDADES

Revolut Premium

Enquanto a Standard traz os benefícios mais simples, a conta Premium entrega alguns diferenciais extras. Entretanto, para aproveitar os serviços é necessário pagar uma taxa mensal de 7,99€.

Assim, dentre as vantagens, além das que recebe o usuário Standard, está a conversão de valores gratuito sem limite. Outros benefícios incluem o saque gratuito de até 400€ mensais, acesso a uma das salas VIP do LoungeKey e seguros de viagem que sobrem saúde, atraso de voo e bagagem. O cartão premium possui um design exclusivo e dá acesso a 5 criptomoedas.

Revolut Metal

A terceira modalidade oferecida pela Revolut tem uma taxa de 13,99€ por mês. A conta Revolut Metal concede acesso a mais benefícios. Um dos diferenciais está justamente no design do cartão físico, desenvolvido em metal.

Com o cartão contactless Metal, o cliente tem direito a um limite de saque de 400€ mensais. O dono da conta recebe ainda cashback dos pagamentos feitos com o cartão de débito. Os valores de cashback são de 0,1% na Europa e 1% dos gastos em outros países, incluindo Bitcoin, Litecoin e Ether.

É importante ressaltar que nas três modalidades disponíveis as contas serão em euros ou libras.

Quais os serviços mais usados da Revolut?

Para quem vive no exterior, os serviços mais utilizados são recebimento e saques de dinheiro na moeda local nos caixas eletrônicos. Contudo, é possível usar o cartão Revolut para diversos fins, como:

PUBLICIDADES
PUBLICIDADES
  • Compras durante a viagem;
  • Compras online;
  • Pagar Uber ou Cabify;
  • Transferência de dinheiro;
  • Emergências, entre outros.

Em que países a Revolut já está presente?

A Revolut apenas finaliza o cadastro de pessoas com residência legal no Espaço Econômico Europeu (EEE), na Austrália, no Canadá, em Singapura, na Suíça e nos Estados Unidos. Assim, a fintech está presente em países como Alemanha, Bélgica, Eslovaquia, Espanha, Irlanda, Finlândia, Portugal, Suécia, entre outros.

A fintech já atua no Brasil?

Ainda não! Contudo, vale ficar de olho, já que segundo as notícias, a Revolut deve chegar ao mercado brasileiro em breve. Por enquanto, a empresa está em fase de pré-cadastros. Para quem já tem interesse na plataforma financeira, basta baixar o aplicativo e se inscrever na lista de espera. Outra opção é acessar o site oficial da Revolut Brasil e clicar no botão “Join Waitlist”, inserindo um endereço de e-mail válido.

O aplicativo da Revolut está disponível na Google Play ou App Store. No momento, contudo, o app está disponível para Apple Watches, iPhones ou iPads com iOS 10 ou mais recente e telefones com Android 6.0 ou mais recente.

A Revolut é confiável?

De acordo com as avaliações dos usuários das contas, o resultado é positivo, tratando-se de uma fintech confiável. No TrustPilot, um dos principais sites de avaliação no exterior, a plataforma tem nota 4,5 de um total de 5. Além disso, 78% dos usuários avaliaram a Revolut como “excelente”.

Vale a pena usar?

Primeiro, reforçamos que no Brasil ainda não é possível abrir uma conta na Revolut. Entretanto, na Europa, é uma boa opção. Isso porque além de confiável, traz uma série de benefícios para quem viaja entre países e tem a necessidade de transferir dinheiro.

Além disso, evita que seja necessário levar muito dinheiro em espécie. Permite ainda fazer compras online, transferências instantâneas, bem como outras vantagens que envolvem criptomoedas e cashback.

PUBLICIDADES
PUBLICIDADES

Assim, caso a Revolut realmente chegue ao Brasil em breve, será também uma opção interessante se mantiver as condições que oferece na Europa. Pode ainda trazer benefícios para que pretende viajar ao exterior. Enquanto não chega ao país, é interessante acompanhar o funcionamento fora e esperar para saber todas as resoluções no mercado brasileiro.

Lista de espera da Revolut Brasil

Se você quiser entrar na lista de espera, existe uma página (em inglês) através da qual é possível efetuar um cadastro na lista de espera para ser um dos primeiros correntistas do banco.

Para fazer o pré-cadastro, basta acessar o site oficial da Revolut Brasil e clicar no botão “Join Waitlist” e inserir um endereço de e-mail válido.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitter e Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Imagem: Ascannio/shutterstock.com

PUBLICIDADES
Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar