Um mês após o pagamento da segunda parcela do Auxílio Emergencial, beneficiários do programa que estão fora do Bolsa Família seguem sem saber quando será depositado o valor da terceira parcela do Auxílio Emergencial. Dessa forma, apenas aqueles que são beneficiários do Bolsa Família já começaram a receber a parcela, que está sendo paga desde o dia 17 de junho.

Para aqueles trabalhadores que fazem parte do Cadastro Único ou se inscreveram no Auxílio Emergencial através do site ou aplicativo, a segunda parcela já foi creditada. O pagamento foi realizado em uma poupança digital da Caixa, iniciando no dia 20 de maio e terminando no dia 26 de maio. Além disso, a transferência e o saque da segunda parcela também já foram liberados. Os depósitos iniciaram no dia 30 de maio e terminaram no último dia 13 de junho.

É provável que você também goste:

Credicard lança oficialmente convite público para criar novo cartão de crédito

Banco Inter disponibiliza compras no seu marketplace pelo site.

Modalmais inova e lança programa de fidelidade que investe pontos

Por que a terceira parcela do Auxílio Emergencial ainda não foi paga?

Enquanto seguem as discussões sobre as parcelas adicionais do Auxílio Emergencial, a terceira parcela do benefício ainda não começou a ser paga. Segundo o calendário original, que foi divulgado em abril, a terceira parcela deveria sido paga há cerca de um mês. Ou seja, a liberação do benefício estava prevista para ocorrer entre os dias 26 e 29 de maio. Além disso, a segunda parcela também sofreu atrasos, estando prevista, inicialmente, entre os dias 27 e 30 de abril.

Outra questão é a definição do calendário para o pagamento da segunda e terceira parcela do Auxílio Emergencial para aqueles que receberam a primeira parcela após o primeiro lote. Para estes, os pagamentos foram realizados apenas após o dia 30 de abril. Conforme o presidente da Caixa Econômica Federal, a segunda parcela, nesse caso, deveria ser paga um mês após a primeira. Entretanto, o segundo lote de aprovados, que recebeu a parcela inicial entre 19 e 29 de maio, ainda não possui previsão para os próximos pagamentos. Já um terceiro lote de beneficiários recebeu os primeiros R$ 600 entre os dias 16 e 17 de junho.

Caixa divulga o balanço dos pagamentos

De acordo com o balanço divulgado pela Caixa Econômica Federal (CEF), foram pagos, até a última terça-feira (23), cerca de R$ 87,8 bilhões a pelo menos 64,1 milhões de beneficiários. Da mesma forma, já foram processados pela Dataprev 106,3 milhões de cadastros. Desses, 64,1 milhões foram considerados elegíveis, sendo 19,2 milhões beneficiários do Bolsa Família, 10,5 milhões inscritos pelo Cadastro Único e 34,4 milhões de trabalhadores que se inscreveram por meio do site e do aplicativo do programa. Assim, estes deverão esperar pelo calendário para receberem a primeira, segunda ou terceira parcelas do Auxílio Emergencial.

Além disso, outros 42,2 milhões de cadastros foram considerados inelegíveis. Entre eles, cerca de 19,9 milhões feitos por meio do site e do aplicativo do programa. Ao mesmo tempo, 1,3 milhão de cadastros foram feitos pelo app e site e ainda estão em reanálise. Por fim, cerca de 1,8 milhão de beneficiários ainda aguardam a primeira análise, não tendo recebido nem a primeira, nem a terceira parcela do Auxílio Emergencial.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: rafapress via shutterstock