Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Podemos travar a cotação do dólar em compras nos bancos digitais?

1

Se você está acostumado em fazer compras internacionais através da internet e paga com o seu cartão de crédito, é preciso se preocupar com a cotação do dólar. Isso principalmente agora que o mercado está em constante oscilação, e com tendência de alta da moeda americana. Tanto que tivemos intervenção do governo, recentemente. Entretanto, desde novembro de 2016, o Banco Central do Brasil possibilitou que as instituições financeiras travem a cotação do dólar no cartão de crédito, exatamente com o valor do dia da compra. Porém, a maior parte das instituições ainda não procede dessa forma. Para lhe auxiliar, confira aqui neste artigo se é possível travar a cotação do dólar nos bancos digitais.

Leia também:

Como investir no Tesouro Direto pelo seu Smartphone (Android e iOS)

Podemos travar a cotação do dólar em compras nos bancos digitais?

Seja membro

Aprenda a ganhar dinheiro com o seu cartão de crédito

Até o momento, a Caixa Econômica Federal é o único banco brasileiro que aderiu à resolução do BACEN. Com isso, é possível travar a cotação da moeda estrangeira com o valor exato do dia da compra. Não com o do fechamento da fatura! Tudo bem, mas e quanto aos bancos digitais?

Podemos travar a cotação do dólar em compras internacionais nos bancos digitais?

E então, como fica nos bancos digitais? É possível travar a cotação do dólar em compras internacionais? O que podemos fazer?

A resposta é não! Neste momento, infelizmente nenhum banco digital possibilita que o cliente faça essa operação. O que é possível fazer é adiantar o pagamento da fatura, no caso de uma expectativa de alta na cotação do dólar.

No entanto, o cartão de crédito do Nubank, por exemplo, cobra o IOF e a diferença cambial na fatura do mês seguinte ao da compra, mesmo que o usuário pague antecipadamente por uma compra em moeda estrangeira.

Gostou do artigo?

Então, o que acha de nos seguir no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs?

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.