Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Como se preparar para a vida após o coronavírus?

0

De acordo com alguns especialistas, leva-se 21 dias para que um novo hábito comece a fazer parte de nossas rotinas naturalmente. Com a pandemia de covid-19, sem dúvida muitas coisas em nossas vidas mudaram, e isso já vem acontecendo há dois meses.

É provável que você também goste:

Contrato com moratória na Caixa, o que isso significa?

Conheça dez ações de grandes empresas que se desvalorizaram durante a pandemia de COVID-19

Como solicitar o seguro-desemprego sem sair de casa durante a pandemia do coronavírus

Por isso, é de se esperar que, mesmo após tudo isso passar, o novo coronavírus tenha provocado mudanças duradouras na sua vida. Essas alterações de estilo de vida causadas pela pandemia do coronavírus certamente interferem no trabalho, na saúde, nas relações, no consumo, no lazer.

Não se pode dizer ao certo o quanto as coisas mudarão e por quanto tempo, mas muitos especialistas esperam um novo comportamento por parte das pessoas. Confira os principais deles nessa matéria.

Digitalização das rotinas de trabalho

Com o isolamento social, muitas empresas tiveram que se adaptar ao home office. Com os funcionários trabalhando remotamente, houve a descoberta de novas ferramentas e novas rotinas para manter a produtividade.

Muitos profissionais fizeram reuniões em vídeo pela primeira vez, assim como descobriram a liberdade de trabalhar em casa. Por mais que esse novo estilo de trabalho traga seus desafios, ele traz diversas vantagens para a empresa. A economia e o bem-estar dos funcionários são algumas delas. Por isso, é possível que haja muitos novos trabalhos remotos após o coronavírus.

Se antes muitos empreendedores já estavam confortáveis em ficar de fora da internet, com o coronavírus estar nas redes sociais e nos aplicativos se tornou uma necessidade. O mundo depois do coronavírus conta com mais empresas fazendo marketing digital, se conectando com clientes pela internet e permitindo compras por aplicativo.

Mas como se preparar para isso? Aprendendo a usar ferramentas de trabalho remoto (Trello, Slack, Google Drive e Zoom são algumas), estabelecendo rotinas para ser produtivo em casa, além de investir se possível em equipamentos que irão lhe garantir um trabalho melhor. Sendo assim, aproveite o período para fazer cursos online sobre produtividade, home office e marketing digital.

Mudanças nos hábitos de consumo

Se no surto de H1N1, dez anos atrás, o álcool gel se tornou popular dentro de estabelecimentos, essa hábito fica mais forte agora. As lojas e restaurantes devem seguir tomando precauções para facilitar a higiene, além de adaptar os ambientes para que não haja tanta aglomeração. O delivery também se torna uma opção para aqueles clientes que já se acostumaram a receber as refeições em casa.

No aspecto financeiro, se antes a tecnologia estava facilitando a vida de todos, agora ela ganha mais usuários. Aplicativos de internet banking passam a ser mais utilizados para evitar filas. Além disso, as instituições financeiras que se mostrarem solidárias nesse momento podem crescer ainda mais. Exemplo disso é o Nubank, que está distribuindo vouchers para clientes, e o Banco Inter, que adiou o pagamento das faturas.

Falando em tecnologia, o e-commerce é um dos setores que podem continuar crescendo. Com a pandemia, a receita das lojas virtuais já aumentou 42%. Novos clientes estão se rendendo às compras online, o que com certeza gera uma economia de tempo e até permite maiores pesquisas de preço.

Para chegar pronto nessa nova fase de consumo, se você é um empreendedor, garanta que sua empresa está na internet e facilite as compras online. Se você é consumidor, pegue o hábito de pesquisar bem os preços na internet, usar cupons de desconto e investir no que de fato faz bem para você. Utilize os vídeos, artigos e cursos gratuitos para tirar o melhor dos aplicativos e redes sociais enquanto empresário ou consumidor.

O que muda na vida pessoal após o coronavírus

A mudança de valores provocada pela pandemia de coronavírus na sua vida pessoal pode ter efeitos duradouros. A valorização do bem-estar e das relações são alguns dos aprendizados vindos do isolamento social causado por essa doença altamente contagiosa.

No entanto, mesmo em casa, com o home office e a convivência intensa com a família, o lazer não perdeu lugar. As lives e os serviços de streaming ganham novos adeptos. Ganham nesse cenário os artistas e empresas que usarem as ferramentas para gerar uma conexão com o público, que se assemelhe a uma experiência presencial.

Além dos novos hábitos relacionados ao lazer, a saúde também ganha com esse processo. Muitas pessoas estão descobrindo suas habilidades na cozinha, o que se reflete positivamente também no bolso. Futuramente, receber os amigos para jantar em casa pode até substituir o encontro com amigos no bar.

Em relação à informação, a pandemia do coronavírus evidenciou o problema que são as fake news, além dos influenciadores que incentivam o consumo desenfreado. Permanecerão em alta no mundo pós-pandemia os veículos de comunicação com credibilidade e os criadores de conteúdo que se mostram sensíveis à realidade de seu público.

Para enfrentar da melhor forma esse novo mundo pós-pandemia, valorize suas relações e descubra formas de se divertir em casa ou mesmo sozinho. Encontre um tempo para cuidar de você e seja mais independente, começando pelas próprias refeições. Pegue o hábito de se comunicar com quem você ama, mesmo virtualmente, e de reservar um tempo para a sua saúde física e mental, seja com exercícios na sala ou meditação.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: Master1305 / Freepik

- Publicidade -

Comentários
Carregando...