Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

10 super dicas para não ter o seu cartão de crédito clonado na internet

0

Com o advento das fintechs, cada vez mais temos facilidades à nossa disposição. Atualmente, não é mais necessário ir ao banco e enfrentar intermináveis filas para pagar um boleto, por exemplo. Aplicativos de bancos digitais como a NuConta do Nubank ou do Banco Inter, vieram para facilitar as nossas vidas. Entretanto, da mesma forma que a tecnologia nos ajuda, tivemos um aumento em massa das ocorrências de cartão de crédito clonado e muitas vezes na internet. Pensando em lhe ajudar a tomar o máximo de cuidado possível para não cair em golpes, vou elencar aqui neste artigo 10 dicas para não ter o seu cartão de crédito clonado na internet. Boa leitura!

É provável que você também goste:

Itaú rejeita acusação de prática de preço predatório pela Rede.

Anuidade bonificada cartão Senff: Ganhe bônus mensal no celular.

Olé Consignado e Crefisa devem retirar restrição de cliente no SISBACEN.

10 super dicas para não ter o seu cartão de crédito clonado na internet

1) Cuidado com e-mails e links eletrônicos

A primeira delas, refere-se aos links eletrônicos que frequentemente recebemos em e-mails, em SMS e até nas redes sociais. Frequentemente aparecem novos golpes, como o do aniversário do Nubank, por exemplo, que inclusive já publicamos aqui no site Seu Crédito Digital.

Na maioria das vezes, acontece a prática de Phishing, através da qual criminosos digitais utilizam para enganar você e capturar informações pessoais, números de cartões de crédito e senhas. Portanto, fica a dica de não sair clicando em qualquer link que receber, independente do meio digital.

2) Evite WiFi público para não ter seu cartão de crédito clonado na internet

Essa dica é fundamental. Não quer dizer que você não possa utilizar um WiFi público. Entretanto, é necessário evitar de acessar o internet banking. Caso você não saiba, todos os logins que você fizer em uma rede pública, estarão vulneráveis à interceptação por criminosos.

Inclusive, quando você efetua o login na rede WiFi pública, já recebe uma notificação que outras pessoas poderão ver o que você está fazendo. Então, eu recomendo que o melhor é nem utilizar. Contudo, se você for obrigado a usar, sob hipótese nenhuma efetue login nas redes sociais, no Gmail, seja lá onde for, principalmente no seu internet banking ou app de banco digital.

3) Use um cartão virtual para não ter seu cartão de crédito clonado na internet

Se você ainda não utiliza um cartão virtual, essa é uma excelente dica. Se acontecer do seu cartão ser clonado na internet, basta bloquear o cartão virtual, sem a necessidade de utilizar o seu cartão físico. Ou seja, você evita muitos transtornos com isso.

A fintech Neon, o Nubank e até o Banco do Brasil possuem versões de cartão virtual. Recomendo que você utilize sempre em todos os sites de Streaming, compras virtuais, etc. Isso porque se acontecer um eventual vazamento de informações de alguma destas empresas (o que é habitual), os seus dados estarão seguros.

4) Confira SEMPRE a segurança dos sites

Sempre que você acessar determinado site de compras, confira a veracidade do site, bem como a qualidade. Normalmente, quando trata-se de grandes ofertas, realmente inacreditáveis, desconfie. Confira também os dados da empresa, como o CNPJ, telefone e endereço de e-mail. Se for uma fraude, na maioria das vezes você vai encontrar erros grosseiros de português.

Outro detalhe MUITO importante a ser verificado é a presença do cadeado ao lado do link do site, exatamente como o nosso aqui do site Seu Crédito Digital. Isso significa que o site é confiável, e que possui um certificado de segurança emitido por uma empresa de confiança.

5) Não digite a sua senha em sites

Nunca coloque a sua senha ao efetuar compras em sites. Se o site que você estiver fazendo uma transação solicitar a sua senha, desconfie. Normalmente, o que precisa informar são os dados do seu cartão de crédito, como o número, a data de validade e o código de segurança. Salvo raras exceções, em que há um aplicativo de terceiros vinculado ao site, como o EBANX, por exemplo.

6) Não acesse a sua conta em dispositivos de terceiros

Se alguém oferecer o celular, tablet ou computador para você fazer uma transação, desconfie. Da mesma forma, evite utilizar computadores de lan house, por exemplo. Nestes computadores, além de poder estar infectado por algum vírus, são muitas pessoas desconhecidas que utilizam. Portanto, basta ter alguém mal intencionado para clonar o seu cartão de crédito.

7) Defina limites de saques

Todos os bancos permitem que você estabeleça um limite de saque pré-definido. Não deixe a sua conta vulnerável, prefira deixar bloqueada a conta para valores muito elevados, mesmo que isso implique em perder tempo em determinadas situações.

8) Monitore permanentemente a sua conta

Monitore permanentemente a sua conta por meio do aplicativo. Confira se não estão acontecendo lançamentos indevidos. De preferência, cadastre-se para receber SMS sempre que for realizada alguma transação na sua conta. Contas digitais como a NuConta, Neon e Banco Inter enviam notificações push sempre que é feita alguma transação. Inclusive os bancos tradicionais costumam disparar SMS quando ocorre um débito de valor mais elevado na sua conta corrente.

9) Tenha um bom antivírus instalado

Independentemente do dispositivo utilizado, prefira ter um antivírus instalado, a não ser que você seja um grande adepto da tecnologia, e não precise disso.

10) Use senhas diferentes para cada banco digital

Essa dica é imprescindível. Sob hipótese nenhuma utiliza a mesma senha para todos os bancos digitais que você tiver. Tem gente que usa a mesma senha do Facebook ou do serviço de e-mail para todos os aplicativos de banco. Imagine a facilidade do criminoso. Neste caso, basta invadir uma conta de e-mail que ele automaticamente descobrirá todas as suas senhas, pois é a mesma. Por fim, não utilize senhas muito óbvias, como datas de nascimento, ou sequência numérica como 1234.

Considerações finais para não ter o seu cartão de crédito clonado na internet

Espero que este artigo o ajude a evitar cair em golpes, e que você jamais tenha o cartão de crédito clonado. Se você tiver alguma dica adicional, ou uma simples contribuição a este artigo, peço por favor que deixe seu comentário logo abaixo. Até a próxima!

Enfim, gostou do artigo?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe nossas notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Comentários
Carregando...