Está desempregado? Confira 10 dicas de negócios para trabalhar em casa

0

Infelizmente, o desemprego no Brasil atinge atualmente cerca de 12 milhões de pessoas. E não é fácil essa situação, pois o seguro desemprego é de no máximo 5 meses. E você fica pensando no que pode acontecer caso não encontre um novo emprego. Mas muitos brasileiros que chegaram nessa situação resolveram simplesmente criar um emprego para si mesmo, ou seja, empreender ou trabalhar por conta própria. Mudar de desempregado para autônomo não é fácil, porque muitas pequenas empresas fracassam nos primeiros anos. Entretanto, trazemos 10 dicas de negócios para você trabalhar em casa; afinal, não custa tentar, né?

É provável que você também goste:

Confira 3 microfranquias SUPER baratas para investir em 2020

Caixa ou Santander: compare as melhores taxas para financiamento imobiliário

Os 6 melhores filmes sobre dinheiro e negócios para assistir na Amazon Prime Video e Netflix

Como escolher um negócio para trabalhar em casa?

Antes de mais nada, é importante selecionar uma oportunidade de negócio perfeita para você. Você deve ter um produto ou serviço para vender realmente que você goste ou sinta afinidade. Existem muitas possibilidades, dependendo da sua formação, habilidades e experiência. Por isso, use o seguinte método: em uma folha de papel, escreva as coisas que você faz bem no lado esquerdo. No lado direito, liste as oportunidades de negócios que combinam com esses interesses. Isso facilitará a visualização de uma boa oportunidade para você.

Assim que optar pelo negócio certo para trabalhar em casa, abra um MEI. O MEI permitirá a você estar regularizado e ter direitos, como aposentadoria, afastamento remunerado por problemas de saúde e licença-maternidade. Entretanto, quando você abre um MEI, perde instantaneamente o seguro-desemprego. Portanto, talvez convenha ir organizando sua empresa informalmente enquanto recebe o benefício.

Desempregado? Confira 10 dicas de negócios para trabalhar em casa

Babá

Uma boa alternativa se você gosta de crianças e tem espaço em casa, não esquecendo que é necessário resguardar a segurança das crianças e cuidar dos pequenos enquanto seus pais trabalham, estudam ou vão se divertir é uma boa ideia. Também é importante você fazer um curso de cuidador infantil. Além disso, confira quais são as regras do seu município para abrir este tipo de negócio.

Faça doces

Se você gosta de cozinhar e é uma pessoa criativa e artística, decorar bolos pode ser uma maneira realmente satisfatória de ganhar dinheiro e trabalhar em casa. Outra alternativa boa é fazer biscoitos ou doces caseiros. Você pode receber encomendas para aniversários e festas e, assim, é provável que sempre tenha trabalho. Além disso, pode fazer preços promocionais e mandar para seus amigos do Facebook alguns dias antes dos seus aniversários.

Trabalhar em casa com sua própria lavanderia

Se você tem máquina de lavar e secar roupas em casa, uma boa ideia é abrir uma mini-lavanderia e trabalhar em casa. Muitas pessoas que trabalham não tem tempo para deixar suas roupas cheirosas, limpas e passadas, e você pode ganhar um dinheiro bom fazendo isso para os outros.

Cuidar e passear com pets

Assim como no caso das roupas, que as pessoas que trabalham muito e não têm tempo de cuidar, os animais de estimação também costumam ser um motivo de preocupação de quem passa muito tempo fora de casa. E se você gosta de cães e gatos, este pode ser um trabalho bastante rentável. Entretanto, leve em conta que você precisará ser muito responsável para cuidar bem de animais que não são seus.

Vendas de cosméticos

Se você gosta de vender, uma boa opção é vender cosméticos, como perfumes, maquiagens, produtos para cabelo e pele. Para isso, é essencial ser uma pessoa com boa dicção, ter poder de convencimento e gostar de conversar com os outro. Além de fazer vendas pessoalmente, você pode divulgar e vender seus produtos pelas redes sociais.

Venda de joias

Outra alternativa para o vendedor que está desempregado é o comércio de joias. Podem ser bijuterias ou metais preciosos, como ouro e prata, sempre haverá clientes para este tipo de produto. As joias embelezam e requintam a aparência das pessoas, por isso há um público-alvo bastante amplo para você. Assim como no caso dos cosméticos, é essencial ser uma pessoa confiante, com bom poder de argumentação e falante. Além disso, seja sempre honesto, pois assim você terá clientes para a vida toda.

Trabalhar em casa com uma loja virtual

Atualmente, muitas pessoas fazem suas compras pela internet, um mercado que cresce cada vez mais. Se você é vendedor, mas quer ficar apenas em casa, uma boa ideia é abrir um site de comércio online. Escolha um produto ou um segmento de mercado no qual deseja atuar. Após isso, encontre um bom fornecedor e calcule a margem de lucro que é possível obter. Comprar em lotes pode ajudar a baratear os produtos.

Blogueiro ou Youtuber

Se você escreve bem e entende muito de um assunto, uma boa alternativa é criar um blog ou um canal no YouTube. Se optar pelo primeiro, você basicamente vai precisar de um computador para trabalhar, além de um home office para trabalhar em casa, ou seja, uma mesa e cadeira confortáveis. Entretanto, se optar pelo YouTube, você deve investir em um ambiente propício. Isso quer dizer ter um lugar em casa bom para gravar vídeos, com iluminação e acústica adequadas. A câmera também é importante, mas se você tiver um smartphone que filme em Full HD, já é o suficiente para começar.

Os lucros aqui podem demorar de alguns meses a anos para chegar, mas é possível viver de sites ou YouTube. Antes de mais nada, você precisa pensar em um nicho de atuação e, de preferência, ser muito criativo. A maioria dos sites e youtubers ganham dinheiro com a venda de anúncios, especialmente o Google Adsense. Se você tem interesse nessa área, pesquise bastante sobre isso antes de começar seu negócio e, principalmente, seja persistente.

Fotógrafo social e de casamentos

Se você possui uma câmera digital de qualidade e gosta de fotografar, esse negócio pode ser lucrativo. Sempre haverá festas de 15 anos, casamentos, ensaios fotográficos de grávidas, casais, entre outras oportunidades. E se você tiver um bom marketing nas redes sociais, de preferência com um site com seu portfólio, poderá prospectar muitos clientes. Além disso, você pode vender suas fotografias para bancos de imagens, como o Shutterstock, que paga um valor a você por cada download de uma foto sua.

Aulas particulares

Se você tem uma formação superior e é uma pessoa com boa didática, poderá dar aulas particulares para estudantes. Independentemente da disciplina, há sempre muitas pessoas precisando de uma forcinha nos estudos. Se você é bom nisso, porque não ajudar e ainda ganhar uma grana? Você pode escolher receber os alunos e trabalhar em casa ou dar aulas particulares à domicílio.

Enfim, gostou das ideias de negócio para trabalhar em casa?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem por Creative Lab / Shutterstock

Comentários
Carregando...