Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

4 opções de empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa durante a crise

0

A pandemia do novo coronavírus ocasionou muitos problemas ao brasil, tanto na área de saúde, quanto também na economia. Para amenizar o impacto da crise, o Governo Federal criou o auxílio emergencial de R$ 600, para os autônomos, desempregados e informais que tiveram uma agressiva redução na renda durante a pandemia. Contudo, o que se pode fazer agora que encerrou o benefício? Muitas pessoas acabam partindo para empréstimos bancários…

Entretanto, se o nome estiver negativado, dificilmente se consegue um empréstimo. Enfim, isso não é impossível e neste artigo você vai conferir quais são as opções de empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa durante a pandemia.

É provável que você também goste:

Dívida com mais de 5 anos ainda pode ser cobrada?

Procon-SP notifica Serasa sobre vazamento de dados de 220 milhões de brasileiros

Será que chego aos 1000? Saiba como aumentei o Serasa Score para 987 pontos

Opções de empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa durante a pandemia

Primeiramente, um dos bancos que possibilitam aos negativados de pedirem um empréstimo é a Caixa econômica Federal, que oferece 3 modalidades onde é possível aprovar o crédito sem consulta ao SPC e Serasa.

Além da Caixa, existem outros bancos como o Bradesco e o Santander que também concedem empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa, porém, eles possuem algumas regras.

Caixa

Penhor da Caixa

Para aqueles consumidores que estejam com o nome sujo e necessitem de empréstimo, ainda mais agora neste momento complicado, existe a opção de deixar seus bens como “garantia” de pagamento. Enfim, além de não consultar o CPF, este programa de empréstimo tem uma das menores taxas de juros do mercado financeiro, e concede valores até R$ 100 mil.

Dentre os bens que podem ser colocados para penhora, estão joias (em ouro de pelo menos 12 quilates), relógios, metais nobres, pérolas, dentre outros bens.

O valor emprestado pode ser de até 85% do valor total do bem. Ademais. caso haja inadimplência, o objeto vai a leilão e o dinheiro fica com o banco!

Crédito consignado com garantia do FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, conhecido por FGTS, pode ser um aliado no momento da realização de um empréstimo, quando seu nome estiver negativado.

Ademais, como o dinheiro já está em seu nome em uma conta da Caixa, ele pode servir de garantia para seus empréstimos. Sendo assim, caso haja inadimplência, o banco recorre a este recurso para não sair no prejuízo.

O valor máximo do empréstimo é de até 10% do valor disponível na conta do FGTS e dos 40% da multa em caso de demissão sem justa causa.

O valor máximo totaliza 50% do valor que você possui no FGTS. Ou seja, se você possui R$ 20 mil no FGTS, é possível um empréstimo de até R$ 10 mil.

Todavia, para conseguir contratar essa modalidade de empréstimo, sua empresa deve possuir convênio com a Caixa. Somente assim você consegue este tipo de empréstimo.

Empréstimo consignado da Caixa

Esta é mais uma das opções de empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa. Ou seja, se você é pensionista do INSS, aposentado ou servidor público, certamente não tem direito ao Auxílio Emergencial.

Entretanto, não quer dizer que essa categoria não esteja também precisando de dinheiro por conta da crise. Assim, o empréstimo consignado da Caixa se torna uma excelente opção. Contudo, no caso do crédito consignado, é necessário ter margem consignável disponível, e as parcelas são descontadas diretamente do salário ou benefício do trabalhador.

A grande vantagem dessa modalidade é que o empréstimo pode ser feito sem consulta ao SPC e Serasa.

Empréstimo consignado em outros bancos

Primeiramente, além da Caixa Econômica Federal, outros bancos também oferecem a modalidade de empréstimo consignado para negativados no SPC e Serasa.

O Bradesco e o Santander estão entre esses bancos, oferecendo uma boa taxa de juros. Entretanto, outras instituições financeiras que também oferecem esta modalidade, como por exemplo, a Crefisa, possuem taxas de juros exorbitantes que não valem a pena. Todavia, salvo raras exceções, quando o consumidor precisa de dinheiro rápido e não tem para onde recorrer.

Taxa de juros do empréstimo consignado de alguns dos principais bancos do país

Crédito pessoal consignado INSS

Instituição Taxa de juros ao mês Taxa de juros ao ano
Banco Daycoval 1,94% 25,97%
Banco Safra 1,93% 25,80%
Banco Santander 2,01% 26,92%
Banco Itaú Consignado 2,05% 27,56%
Banco do Brasil 1,93% 25,73%
Banco Bradesco 1,85% 24,55%
Caixa Econômica Federal 1,70% 22,42%
Banco PAN 2,08% 28,08%
Banco BMG 2,05% 27,52%
Banco Votorantim 2,09% 28,12%

Crédito pessoal consignado público

Instituição Taxa de juros ao mês Taxa de juros ao ano
Banco Santander 1,59% 20,81%
Banco Safra 1,86% 24,74%
Banco Bradesco 1,51% 19,70%
Banco do Brasil 1,64% 21,55%
Caixa Econômica Federal 1,66% 21,88%
Banco Pan 2,00% 26,86%
Banco Itaú consignado 1,94% 25,94%
Banco Daycoval 1,94% 25,95%
Banco Votorantim 1,99% 26,73%
Banco BMG 2,44% 33,51%

Crédito pessoal consignado privado

Instituição Taxa de juros ao mês Taxa de juros ao ano
Banco Safra 1,93% 25,76%
Caixa Econômica Federal 2,12% 28,62%
Banco do Brasil 2,07% 27,90%
Banco Bradesco 2,32% 31,74%
Banco Santander 2,55% 35,23%
Banco Daycoval 1,95% 26,05%
Itaú Unibanco 2,97% 42,06%

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Por fim, acompanhe os nossos artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto das fintechs.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...