Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Fraudes financeiras: por que Pix e contas PJ são os alvos principais?

Alerta importante sobre segurança em transações Pix. Descubra como se proteger de golpistas e evite perder seu dinheiro em fraudes.

Você já passou pela desagradável experiência de realizar um pagamento via Pix e perceber só depois que foi vítima de uma fraude? Esse cenário tem se tornado comum no Brasil, principalmente em transações envolvendo contas de Pessoa Jurídica (PJ).

Apesar de prático e instantâneo, o Pix lidera infelizmente o ranking de fraudes financeiras no país, ultrapassando métodos tradicionais como cartões de crédito e boletos bancários. A facilidade e a rapidez das transações também abrem espaço para atividades ilícitas.

A seguir, conheça mais sobre esse problema crescente e descubra como proteger seu dinheiro.

Por que o Pix é um alvo frequente para fraudadores?

Golpe do Pix - como recuperar dinheiro perdido
Imagem: releon8211 / Shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital

Um levantamento recente realizado pela instituição financeira Asaas identificou que o Pix é a ferramenta mais utilizada por fraudadores, representando 71% das transações fraudulentas analisadas.

Durante o estudo, que revisou mais de 141 milhões de operações em 2023, os estados de São Paulo e Rio de Janeiro foram apontados como os mais afetados.

Como os fraudadores operam?

Segundo dados do estudo da Asaas, a maioria dessas práticas ilícitas ocorrem no período da tarde, com 42,4% dos casos.

Eles geralmente se utilizam de contas PJ para executar seus golpes, fazendo 61% das transações fraudulentas por meio desses perfis.

Veja também:

Saiba quais são os brasileiros que ainda podem entregar o IR 2024 sem multa

Entre os produtos mais visados nesse tipo de fraude, estão itens como alimentos e bebidas, eletrônicos, informática e vestuários. Isso mostra como os fraudadores estão diversificando seus métodos e os tipos de produtos envolvidos.

Como se proteger dos golpes do Pix?

Proteger-se dos golpes envolvendo o Pix requer precauções específicas:

  1. Verifique as informações: Antes de efetuar qualquer transação via Pix, certifique-se de confirmar cuidadosamente os dados do destinatário. Essa verificação prévia pode ajudar a evitar possíveis golpes;
  2. Desconfie de ofertas tentadoras: Fique atento a ofertas ou propostas que parecem ser muito vantajosas, especialmente se estiverem significativamente abaixo do padrão de mercado. Golpistas muitas vezes usam ofertas irresistíveis para atrair vítimas desavisadas;
  3. Use apenas aplicativos oficiais: Para garantir a segurança das suas transações, certifique-se de realizar Pix apenas por meio de aplicativos oficiais e certificados pelo seu banco. Evite utilizar plataformas não reconhecidas ou aplicativos de terceiros, pois podem representar riscos de segurança.

É essencial estar sempre atento e desconfiado com transações que fogem do padrão, especialmente aquelas que envolvem grandes valores ou requerem urgência inexplicada. Com medidas preventivas simples, você pode proteger seu patrimônio e evitar cair nas armadilhas de criminosos.

Imagem: releon8211 / Shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital