Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Homem finge mal-estar para não pagar conta de R$ 6 mil em bar

Suspeito do calote foi preso e saiu com fiança. Ele já tem processos por golpes parecidos em pelo menos 6 estados.

0

Um homem foi preso no último sábado (16) em Goiânia, capital de Goiás, após fingir passar mal para não pagar uma conta em um bar no valor de R$ 6.275. O rapaz, acompanhado de amigos, consumiu diversos itens caros, como 2 garrafas de uísque, energéticos, três garrafas de gin e muito mais. 

A conta do suspeito e seus amigos mostra que foram consumidos diversos pratos, como frango à passarinho, picanha, camarão e bebidas alcoólicas caríssimas. Na lista também constam refrigerantes, sucos, chopes, cervejas, garrafas de gin, drinks, uísque e champanhe.

É provável que você também goste:

O que é o golpe da falsa central de atendimento? Como se proteger?

FGTS: apps falsos aplicam golpe em usuários que consultam saque extraordinário

Golpe do Pix: pessoas “alugavam” contas para receber valores roubados

Itens gastos pelo suspeito e amigos

Confira a seguir alguns dos pedidos na comanda:

  • Uísque: duas garrafas de R$ 1.450 cada (total de R$ 2.900);
  • Gin importado: sendo duas de R$ 279,94 e uma de R$ 260 (total de R$ 819,88);
  • Energéticos: 20 (total de R$ 320);
  • Vinho: duas garrafas de R$ 165 cada;
  • Água Mineral: 13 garrafas de R$ 6 (total de R$ 78)
  • Champagne: 2 garrafas de R$ 165 (total de R$ 330);
  • Camarão: dois pratos de R$ 132 cada;
  • Picanha: dois pratos de R$ 102 cada.

Como aconteceu?

Depois de um tempo, todos os amigos que o acompanhavam foram embora deixando que o rapaz recebesse a conta na mesa sozinho. O homem tentou sair sem pagar, alegando aos funcionários que estava passando mal.

Prontamente, o gerente chamou uma ambulância do Corpo de Bombeiros para que pudesse socorrer o cliente. Contudo, após os socorristas fazerem o atendimento, não encontraram nenhuma anormalidade no quadro do rapaz e então informaram ao gerente que ele talvez estivesse fingindo. 

A Polícia Militar foi acionada em seguida, encaminhando o suspeito até a delegacia. Preso em flagrante, o suspeito pagou fiança de R$ 10 mil para que fosse liberado. De acordo com a PM, ele possui diversos processos por golpes, por enquanto, em até 6 estados, além do Distrito Federal.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Reprodução / TV Anhanguera

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar