Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Previdência privada do Banco do Brasil vaza dados de todos os clientes

0

Na última quarta-feira (06), o site de tecnologia Olhar Digital, divulgou uma denúncia anônima de que a Previdência privada do Banco do Brasil estaria vazando dados de todos os clientes, o que representa um total de 153 mil cadastrados nesta modalidade. A denúncia se baseou na identificação de uma falha na segurança e revelou que a plataforma de previdência privada destinada a empresas e órgãos públicos estava permitindo editar dados cadastrais dos beneficiários.

É provável que você também goste:

Auxílio emergencial: você já pode ter recebido no seu banco e nem sabe

Calendário do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família não sofre alterações

Auxílio Emergencial pode ser transferido para mais de 50 bancos diferentes

Previdência privada do Banco do Brasil vaza dados de 153 mil clientes

A falha praticamente dá acesso a todos os dados pessoais dos cadastrados. Inclusive, existe a possibilidade de editar e cadastrar novos beneficiários utilizando o nome do cadastrado. O mais preocupante certamente é que qualquer usuário com os mínimos conhecimentos de internet pode acessar esses dados. Para isso, basta utilizar o link de qualquer conta da Previdência do Banco do Brasil e substituir o número sequencial de um beneficiário aleatoriamente, que aparece no final do link.

Uma vez que a conta do beneficiário é acessada, será possível acessar todos os dados pessoais cadastrados do dono da conta. Além disso, também é possível editar informações sigilosas. Mas o verdadeiro perigo que essa falha traz, segundo o Olhar Digital, é a possibilidade de transferir o valor integral disponível para o beneficiário, para outros beneficiários cadastrados. Assim, como a falha permite editar dados, é possível criar beneficiários falsos e transferir todo o dinheiro do titular.

Banco do Brasil admite fragilidade

O Banco do Brasil revelou que a fragilidade realmente existe, mas negou que fosse possível transferir dinheiro da conta do titular. Também revelou que  a “BB Previdência é uma subsidiária da instituição, que possui independência administrativa e mantém site, sistemas e equipes de tecnologias próprios e independentes do Banco do Brasil”.

Segue abaixo a nota na íntegra:

”A BB Previdência informa que suspendeu nesta data a opção “Retirada de Patrocínio” tão logo teve conhecimento de falha na funcionalidade e que irá adotar medidas tempestivas para corrigir os problemas identificados e garantir o perfeito sigilo dos dados de seus clientes.

A opção foi criada há 20 dias e registrou desde o seu lançamento pouco mais de 400 acessos até a data de hoje. A empresa acrescenta que em nenhum momento foi possível realizar transferência de recursos para contas com CPF diferente do titular do plano de previdência. A BB Previdência mantém 46 planos de previdência, com 153 mil participantes.

Diferentemente do que diz a reportagem do Olhar Digital nunca foi possível transferir qualquer valor para beneficiários cadastrados pelo cliente. Esse registro de beneficiários existe para o caso de falecimento do participante e tem o objetivo de estabelecer quem receberá a pensão em caso de morte do participante.

Mesmo nesses casos, ainda será necessária a apresentação de documentos como atestado de óbito, documentos pessoais dos beneficiários e, se for o caso, decisões judiciais referente a espólio.”

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Fonte: Olhar Digital

Imagem: Shutterstock/Vergani Fotografia

Comentários
Carregando...