Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Descubra quais são as punições para quem está com o nome sujo no SPC ou Serasa

Estar com o nome sujo pode até impedir de conseguir emprego em algumas empresas.

0

De acordo com a Serasa, mais de 61 milhões de pessoas no Brasil estão com o nome sujo na praça. Isso acontece quando a pessoa não consegue pagar por um produto ou serviço que contratou e tem seu nome registrado nos birôs de crédito, como SPC, Serasa ou Boa Vista. Ficar com o nome sujo sem dúvida pode acarretar em várias punições, e é sobre isso que vamos falar nesse artigo.

É provável que você também goste:

Empréstimo consignado: O que é e como proceder em caso de fraude

BB Ações ASG Brasil: novo fundo de gestão ativa da gestora do BB 

Qual cartão de crédito que aprova com nome sujo? Nubank e Banco Inter oferecem alternativas

Como a pessoa fica com o nome sujo (ou negativada)?

Em geral, se uma empresa não recebe o pagamento de um cliente, ela pode notificar um ou mais órgãos de proteção ao crédito sobre aquela dívida. O órgão de proteção ao crédito, por sua vez, avisa o cliente que seu nome vai ser incluído nas listas de proteção ao crédito, se ele não pagar a dívida dentro do prazo de 10 dias.

Caso o cliente fique negativado no SPC, Serasa, Boa Vista etc, qualquer empresa com acesso a essas bases de dados poderá fazer uma consulta. Assim, a empresa pode ver que aquela pessoa não pagou uma dívida e recusar crédito. No entanto, além de não ter crédito na praça, há várias outras punições que uma pessoa com nome sujo pode sofrer. Confira a seguir.

Afinal, quais são as punições para quem fica com o nome sujo?

Ficar com o nome sujo sem dúvida é algo muito ruim; afinal isso torna muito mais difícil conseguir empréstimos, financiamentos, cartões de crédito ou até mesmo abrir conta em um banco. Se você já tem conta em um banco e ficou com o nome sujo, você corre o sério risco de não poder usar o cheque especial e não receber novos talões de cheque.

Para piorar, há um dispositivo na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) que permite a demissão de bancários se eles tiverem o nome sujo. Sendo assim, se você for bancário, está aí mais um bom motivo para ter atenção redobrada em relação a suas finanças. Se você estiver prestando concurso público para trabalhar no setor bancário ou outras instituições financeiras, como Banco Central, BNDES e Casa da Moeda, você também pode ser barrado por estar com o nome sujo.

No entanto, esse tipo de punição só vale para quem trabalha em empresas do segmento financeiro. Empresas de outros segmentos não podem deixar de contratar ou demitir quem está com o nome sujo, pois isso é considerado discriminação.

Por fim, vale frisar que estar com o nome sujo dificulta o processo de abertura de conta, mas não necessariamente é um impeditivo.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Prostock-studio / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...