O sonho de milhões de brasileiros é empreender. Porém, surge uma dúvida: será que vale a pena empreender e abrir MEI mesmo com o nome sujo nos órgãos de proteção ao crédito, como nos birôs SPC Brasil, Boa Vista e Serasa Experian? Tire aqui as suas dúvidas.

É provável que você também goste:

Fintech faz empréstimo pessoal imediato, com validação em menos de cinco segundos

Com reforma da Previdência, Fintech Magnetis inova em previdência privada

Vale a pena abrir MEI com o nome sujo no SPC, Serasa e Boa Vista?

É possível abrir MEI com o nome sujo?

Sim, é possível perfeitamente abrir uma empresa mesmo com restrições no CPF. Entretanto, isso poderá prejudicar a administração da sua empresa de várias formas. Confira algumas situações logo a seguir.

Empreender com o nome sujo implica:

Problemas para abrir uma conta bancária

A maior parte das instituições bancárias não irá facilitar na hora de abrir uma conta corrente empresarial para quem possui o nome sujo. Normalmente, são solicitados vários documentos, como o faturamento da sua empresa, e inexistência de restrições cadastrais. Todavia, existem algumas opções, como abrir uma conta no PagBank, por exemplo. É possível abrir uma conta sem muitas dificuldades, adquirir maquininhas de cartões e começar a empreender.

Dificuldades de obter empréstimo

Se você precisar de capital de giro ou empréstimos para aquisição de equipamentos ou mercadorias, vai enfrentar problemas. O empresario não pode ter o nome sujo para conseguir obter um empréstimo.

Problemas para compra de mercadorias ou equipamentos

Os fornecedores exigem que o empresário não possua restrições cadastrais, para emissão de boletos. Dessa forma, você vai precisar ter dinheiro em caixa cada vez que for adquirir máquinas, equipamentos ou suprimentos para a sua empresa.

Dicas para tornar a sua vida financeira mais saudável

O melhor a se fazer é resolver problemas e evitar ter que lidar com potenciais dores de cabeça ao abrir a sua empresa, mesmo como microempreendedor individual.

Portanto, antes de tomar essa decisão, é necessário realizar um planejamento financeiro, e evitar dívidas ao máximo. Se você tiver dívidas atrasadas ou negativadas, o melhor a se fazer é tentar fazer um acordo de renegociação de dívidas, para depois começar a empreender.

Aqui neste artigo, que publicamos recentemente, você pode conferir várias maneiras de renegociar as suas dívidas, seja diretamente com o seu credor ou através de plataformas específicas para isso.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.