WhatsApp Pay vs PicPay: confira as vantagens e desvantagens de cada um deles

0

A chegada do sistema de pagamentos do WhatsApp ao Brasil, o WhatsApp Pay, foi uma das grandes novidades deste ano. Ao lado do PicPay, o serviço promete se tornar um dos principais meios de pagamentos online. Apesar de ainda estar disponível para poucos usuários, o recurso de pagamentos chega ao Brasil com a promessa de simplificar transferências e cobranças, que agora podem ser feitas por meio do aplicativo de mensagens. Porém, atualmente, o serviço está disponível de maneira limitada. No caso do Brasil, o WhatsApp Pay está limitado ainda a três bancos: Banco do Brasil, Nubank e Sicredi.

Nesse cenário, outras instituições, como o Itaú, o Bradesco e o Santander chegaram a participar dos testes do sistema, mas não participaram do lançamento. Até o momento, o recurso está disponível para cerca de 1,5 milhão de usuários brasileiros, número cerca de nove vezes menor do que a base de clientes do PicPay, por exemplo. E é disso que falaremos neste artigo: as vantagens e desvantagens entre o WhatsApp Pay e o PicPay. Continue lendo!

É provável que você também goste:

Receita abre consulta ao segundo lote de restituição do IR 2020

BB Seguros lança linha de seguros de vida com assistências voltadas para saúde e bem-estar

CadÚnico poderá liberar CNH grátis para milhões de beneficiários

WhatsApp Pay vs PicPay: vantagens e desvantagens de cada um

A seguir, falaremos sobre as vantagens do novo sistema de pagamentos do WhatsApp, o WhatsApp Pay, e também sobre suas diferenças em relação ao PicPay, outra forma de pagamento bastante popular entre os brasileiros. Assim, analisaremos as principais diferenças e semelhanças de cada um. Começaremos, então, com as semelhanças entre os dois serviços.

WhatsApp Pay e PicPay: o que eles têm em comum

Primeiramente, a principal semelhança entre o WhatsApp Pay e o PicPay está na simplicidade de uso. Assim, uma vez que ambas as partes utilizem o mesmo aplicativo, basta selecionar o usuário na lista de contatos, escolher a função de pagamento, preencher o valor e confirmar a transferência. No caso dos pagamentos em lojas, o PicPay também oferece a possibilidade de leitura de um QR code do estabelecimento, usando a geolocalização ou simplesmente fazendo pagamentos em terminais da Cielo.

Já no caso do WhatsApp Pay, o pagamento em estabelecimentos também é possível. Para isso, o processo é bastante semelhante ao das transferências, com a alternativa de enviar cobranças diretamente a clientes na tela de conversa. Dessa forma, os dois aplicativos, tanto o WhatsApp quanto o PicPay, permitem esse tipo de pagamento facilitado. A seguir, porém, veremos as diferenças entre eles, o que pode ser decisivo na hora de escolher qual dos serviços faz mais sentido para você. Então, vamos lá.

WhatsApp Pay vs PicPay: principais diferenças

Apesar das semelhanças, os sistemas de transferências oferecidos pelo WhatsApp Pay e pelo PicPay são diferentes. Assim, enquanto o PicPay funciona como uma espécie de carteira virtual, em que o saldo fica armazenado na conta do serviço, o WhatsApp age diferente. Ele funciona como um intermediário na transação entre as duas partes. Assim, a transferência é processada por uma empresa específica, no caso do Brasil a Cielo, com o valor sendo enviado diretamente de uma conta bancária para outra.

Além disso, no caso dos pagamentos em lojas físicas, o WhatsApp Pay encaminha o processamento para a Cielo. Nesse caso, é importante, ou melhor, obrigatório, que o estabelecimento em questão tenha uma conta na Cielo. Assim, o pagador pode fazer uso tanto da função crédito como da função débito. Já para pagamentos com o PicPay, o estabelecimento pode receber o valor por uma maquininha tradicional da processadora Cielo, ou diretamente no aplicativo PicPay Empresas.

Nesse sentido, o pagamento pode ser feito tanto com o saldo da conta no aplicativo quanto pelo cartão de crédito cadastrado. Ou seja, não é obrigatório que o estabelecimento possua vínculo com a Cielo, o que pode facilitar o uso do sistema de pagamentos em diferentes estabelecimentos, tornando-o menos limitado, como no caso do WhatsApp Pay. Agora, veremos as vantagens de cada um dos serviços, começando pelo PicPay.

Vantagens do PicPay

A primeira grande vantagem do PicPay diz respeito ao fato de ele funcionar como uma carteira digital. Assim, essa opção pode oferecer uma série de serviços adicionais, que o WhatsApp Pay pode não possuir. Uma delas é a possibilidade de fazer com que o dinheiro na sua conta gere rendimentos. Segundo o PicPay, o serviço rende 100% do CDI em todos os dias úteis. Essa taxa é superior ao rendimento de uma poupança, por exemplo, que paga mensalmente um rendimento de 70% do CDI.

Além disso, o aplicativo do PicPay pode ser usado para fazer pagamentos de contas e boletos, como um aplicativo de netbanking. Outras vantagens são a possibilidade de fazer recarga de créditos para celular e de outros serviços de entrega de comida (como iFood e UberEats), de transporte (como Uber) e de streaming (como Netflix e Spotify). Por fim, o PicPay começou a liberar para alguns usuários a opção de saque do saldo na conta digital em caixas eletrônicos da rede Banco24Horas, e também conta com a possibilidade de cashbacks esporádicos. Vejamos, agora, as vantagens do WhatsApp Pay.

Vantagens do WhatsApp Pay

A principal vantagem do WhatsApp Pay é, sem dúvida, sua imensa presença no Brasil, uma vez que mais de 100 milhões de usuários já utilizam o aplicativo. Assim, para empresas, por exemplo, essa pode ser uma ótima vantagem. Após a etapa de cadastro, já é possível fazer transferências de dinheiro de forma tão simples quanto enviar uma foto.

Outra vantagem é que o sistema se integra à conta bancária do usuário, com as transferências sendo depositadas diretamente nela. Assim, são eliminadas etapas de solicitar a transferência do aplicativo para a conta, como ocorre com o PicPay. Para isso, basta realizar o cadastro de um cartão de débito de um dos bancos habilitados para o serviço. Visto isso, iremos agora para algumas desvantagens de ambos os serviços.

Desvantagens do PicPay

Quando falamos em pontos fracos do PicPay, podemos pensar na quantidade de usuários do serviço no Brasil. Em relação ao WhatsApp, por exemplo, o número é quase nove vezes menor. Assim, enquanto metade de população brasileira já faz uso do WhatsApp, podendo também fazer uso do WhatsApp Pay, as transferências via PicPay podem ser dificultadas caso a outra pessoa ou estabelecimento não faça uso do serviço.

Outra desvantagens possível é que, apesar de oferecer transferências entre contas de forma mais rápida, uma vez que não possui intermediário, o PicPay pode levar até dois dias para transferir o saldo entre bancos. O serviço apenas é feito de forma rápida para quem é cliente do banco Original. Então, nesse caso, essa pode ser uma desvantagem grande para alguns usuários. Para finalizar, vejamos algumas desvantagens do WhatsApp Pay.

Desvantagens do WhatsApp Pay

Por fim, chegamos às vantagens do WhatsApp Pay. Quando comparamos o serviço ao PicPay, a desvantagem mais visível é que o WhatsApp funciona apenas para direcionar valores entre duas pessoas. Ou seja, o serviço ainda não oferece recursos como pagamentos de boletos ou recarga de créditos, por exemplo, que podem ser feitos pelo PicPay. Outra desvantagem é não contar com o cashback, um dos maiores atrativos do PicPay, fazendo da empresa uma forte concorrente do WhatsApp Pay nesse sentido.

Porém, na hora de verificar qual dos serviços de pagamento traz mais vantagens para você, é importante avaliar todos os pontos. Por exemplo, se você prefere uma opção de pagamentos que seja menos limitada, quem sabe o WhatsApp Pay seja a melhor opção, uma vez que com o lançamento do serviço no país é possível que, em breve, mais bancos façam parte da novidade. Além disso, o fato de a maioria das pessoas fazer uso do WhatsApp ajuda bastante.

Entretanto, se a sua opção é por serviços variados, possibilidade de pagar boletos e até mesmo usar o app para pagar serviços como Uber e Netflix, o PicPay deve ser considerado. Além disso, essa opção permite que o dinheiro na sua “carteira digital” gere rendimentos, o que pode ser muito bom, dependendo do valor que você decide movimentar. Se esse artigo ajudou você, compartilhe com mais pessoas que possam estar em busca de pontos negativos e positivos sobre os dois serviços.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: Brenda Rocha / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais