Aglomerações nas agências faz Caixa mudar data da 2ª parcela do Auxílio Emergencial

0

Talvez você tenha visto nos noticiários imagens assustadores de centenas de pessoas nas filas em agências dá Caixa, tentando receber o Auxílio Emergencial. Infelizmente, os problemas de conectividade do aplicativo Caixa TEM fez milhares procurarem atendimento presencial. Se fosse em outros tempos, isso seria normal. Afinal, se você já foi em uma agência dá Caixa ou Lotérica em dia de pagamento do INSS ou Bolsa Família, ou até mesmo do FGTS, pode ter visto longas filas. Mas nesse momento, tudo o que não precisamos são filas. Por isso, a Caixa vai mudar data da 2ª parcela do Auxílio Emergencial para evitar aglomerações. Veja o que vai acontecer daqui para a frente.

É provável que você também goste:

Aposentados do INSS podem receber até R$ 20 mil de revisão neste mês e você nem sabe

Quem tem seguro-desemprego pode pedir auxílio de R$ 600? Se ele acabar em maio ou junho, sim

Confira o horário de funcionamento das agências da Caixa para sacar o auxílio emergencial

Caixa muda data da 2ª parcela do Auxílio Emergencial

Como você pode imaginar, com a pandemia do Coronavírus, é um grande risco deixar a população se aglomerar em filas na frente das agencias da Caixa. Isso porque o vírus COVID-19 se espalha facilmente. Além disso, muitas pessoas que foram nas agências não estavam utilizando máscaras, se são recomendadas para evitar a transmissão. E com isso, muitos funcionários estavam preocupados, e tentando atender as pessoas da melhor maneira possível. Mas estava claro que o banco precisaria fazer algo para impedir essas aglomerações.

Por isso, a Caixa anunciou que vai mudar data da 2ª parcela do Auxílio Emergencial para evitar aglomerações. Dessa forma, o calendário funcionará de maneira diferente para o recebimento dá segunda parcela do benefício social. O novo calendário de pagamento do Auxílio Emergencial deve ser anunciado pelo Ministro Onyx Lorenzoni na próxima semana.

Caixa terá mais funcionários para evitar aglomerações

Um dos motivos das filas é a baixa quantidade de atendentes no banco, e essa baixa quantidade tinha uma razão. Devido a quarentena, não só a Caixa como os outros bancos, reduziram o número de atendentes, e liberaram muitos funcionários para trabalhar home office. Mas com a Caixa, isso vai ter que mudar.

Por isso, além de mudar data da 2ª parcela do Auxílio Emergencial, o banco vai trazer de volta funcionários que estavam de Home Office. Além disso, a Caixa vai contratar 2 mil vigilantes e 500 recepcionistas para a organização das filas, tanto na parte interior quanto na parte exterior das agências. Serão 3 mil funcionários, que estavam trabalhando de casa e agora vão voltar para atender nas agências da Caixa.

Outra melhoria feita pelo banco neste sentido é a disponibilização de cinco caminhões da Caixa para atender nas cidades do Norte e Nordeste do país. A ideia é que esses caminhões fiquem uma semana em cada cidade, distribuindo senhas e organizando o atendimento dos clientes.

Aplicativo Caixa TEM é alternativa para evitar aglomerações

De qualquer forma, sempre ressaltamos que o ideal é você evitar sair de casa o máximo possível, para preservar a sua saúde e das demais pessoas também. Por isso, tente fazer suas operações pelo aplicativo. Caso não saiba como, temos alguns tutoriais que podem ajudar você.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destaque: Lucas Lacaz Ruiz/Estadão Conteúdo

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar